A História de Sara

02 de Agosto de 2016


Escrito por Reunião das Moças - Min.Jd.S. Crsitóvão   
20-Jul-2008
sadoutrina.org - Biblioteca Digital - Trabalhos
Apresentado no 23o  aniversário da Reunião das Moças em 12-03-2005. Elaboração:- Shirley, Eliana, Sandra, Júlia, Silvinha e Francieli – Campinas – SP
 
Em comemoração aos 23 anos de grandes conquistas, lutas e vitórias, onde a perseverança e fé foram fundamentais para a permanência de nossa tão querida Reunião das Moças, buscamos na bíblia uma forma de retratar estes mesmos sentimentos através de uma das mais belas histórias do passado, vivida por SARA, mulher forte e de grande perseverança demonstrando grandes exemplos de confiança em Deus. História esta que nos leva a refletir sobre a maneira peculiar e incondicional que Deus age sobre seu povo.
Sara:
Sarai, era mulher temente ao Senhor e teve por esposo Abrão. Juntos para obedecerem a vós do Senhor foram a outra banda de Betel para edificação de um altar em agradecimento ao Senhor.
Lá chegando, depararam-se com a fome, que era grande naquela terra, tornando assim os seus dias muito difíceis, o que fez com que eles descessem ao Egito, deixando para trás seu povo e indo peregrinar em terra alheia, enquanto houvesse fome em seu país.
 
Em virtude da exuberante beleza de Sarai, Abrão temeu que quando chegassem ao Egito, os egípcios a tomassem como mulher, então Abrão fez um pedido a Sarai: “Peço que digas que és minha irmã, para que me vai bem por tua causa e que viva a minha alma por amor de ti”. Ao chegar no Egito os egípcios se encantaram com a formosura de Sarai, e os príncipes de Faraó, conduziram-na para o palácio dele.
Mas Deus tinha um propósito para com Sarai, e feriu o palácio do rei com grandes pragas. Então Faraó convocou Abrão e disse-lhe: “-O que me fizeste?” “-Porque não me declaraste que ela era tua mulher?” “-Porque disse que eras tua irmã?” “Eu a tomei para mim como minha mulher”. “Agora, aqui está tua mulher, retoma-a e vá”.
Faraó ordenou a sua gente que o mandassem de volta a ele, sua mulher, e tudo o que possuía.
 
A volta do Egito
E subiram do Egito para a banda sul, esta altura em função daquilo que ganharam de Faraó, Abrão e Sarai, eram muito ricos, em gados, pratas e ouro. Fizeram a sua jornada do sul até Betel, o lugar onde edificaram um altar ao Senhor.
Deus fez uma promessa a Abrão. Prometeu que do lugar onde estava para a banda do norte e do sul, do oriente e do ocidente, toda aquela terra o Senhor lhe daria e que sua semente seria como o pó da terra.
Sarai era estéril, e ela não via outra maneira de cumprir a promessa de Deus, multiplicando a semente de Abrão. Ela disse a Abrão: Eis que o Senhor me impediu de dar a luz. Vai, pois a minha serva egípcia Hagar, talvez através dela eu tenha um filho.” Abrão ouviu a proposta de Sarai, e teve Hagar como mulher e ela concebeu um filho e deu-lhe o nome de Ismael.
Após o nascimento de Ismael, Sarai se sentiu desprezada por Hagar que a zombava por não poder gerar filhos; então Saria foi ter com Abrão e disse: “-Tú é responsável pela injúria que me é infligida. Fui eu que deitei no teu seio a minha serva. Desde que se percebeu grávida, ela não tem tido consideração para comigo. Que o senhor descida entre ti e mim”. Abrão respondeu a Sarai: “-Eis a tua serva em teu poder, faze-lhe o que for bom a teus olhos”. Sara então a maltratou e ela fugiu.
 
A aliança e a circuncisão:
Deus fez uma aliança com Abrão e Sarai, prometendo lhe tornarem pais de uma grande multidão. Deus disse a Abrão: não chamarás mais sua mulher Sarai, pois terá por nome Sara; que significa princesa e mãe das nações. Eu a abençoarei e a ti darei através dela um filho. E dela sairão reis de povos.
Neste momento Abraão se preocupou, pois já tinha 100 anos e sua esposa 90, além de ser esta uma mulher estéril, mesmo assim o Senhor continuou dizendo: “-Sara tua mulher te dará um filho, e chamarás o seu nome Isaque (que significa riso) e com ele estabelecerei o meu concerto, por concerto perpétuo para sua semente depois dele.
Após o concerto de Deus para com Abraão, ele e Sara sairam a caminho de gerar e,  novamente o temor pela sua vida, fez com que Abraão mentindo dissesse a Abimaleque que Sara era sua irmã e não sua mulher. Mais uma vez falhou a estratégia de Abraão, colocando em perigo o plano de Deus para Sara. Deus interveio a fim de preservar a participação de Sara na história da redenção como mãe do povo do concerto, revelou a Abimaleque através de sonho dizendo ser Sara mulher de Abraão e não irmã como o mesmo havia dito, impedindo que Abimaleque a tocasse e assim prosseguiu Sara com sua gravidez.
 
O nascimento de Isaque
E para continuidade do concerto de Deus para com Abraão, finalmente nasceu Isaque, o filho da promessa no lar de Abraão e Sara.
E disse Sara: “- Deus me tem feito riso e todo aquele que ouvir se rirá comigo”. Quem diria a Abraão que eu daria de mamar a filhos, porque lhe dei um filho na velhice? E assim ao desmamarem o pequeno Isaque, seus pais deram uma grandiosa festa, pois era grande a alegria deles.
 
Depois disso, já aos 127 anos Sara veio a falecer após ter cumprido sua missão, deixando Isaque ciente de que através dele sairia a geração eleita. Este foi um grande exemplo de fé, confiança e obediência, contudo devemos sempre estar “atentos”, pois a obediência a Deus não significa que nunca enfrentaremos problemas e duras provações. Conforme nos ensina o exemplo de Sara, o crente que está procurando servir a Deus, e obedecer a sua palavra, não deve estranhar ao se deparar com grandes obstáculos, adversidades e problemas. Costuma essa ser a maneira de Deus treinar aqueles que Ele tem chamado para obedecer-lhe. Nesses casos, devemos prosseguir com obediência e confiantes de que Deus continuará agindo em nosso favor e pelo bem dos seus propósitos.

Atualizado em ( 26-Jan-2014 )

Publicações