Boa aparência

31 de Julho de 2016


Escrito por PAPE_JSD - Entrevista com Olívia da Silva Martins   
02-Oct-2008

O PAPE INFORMA Boletim Informativo das Atividades do Programa PAPE_JSD – nº. 05 - Julho de 2006. 
 
MENSAGEM DA COORDENAÇÃO
Por José Fatuch Jr e Júlia C. Fatuch 
 
Conforme divulgado, estamos lançando o nosso informativo em um novo formato, do tipo “tablóide”, com mais espaço para as muitas mensagens de interesse, não só dos participantes do PAPE_JSD, mas também de todos os irmãos e amigos que buscam informações úteis para o seu desenvolvimento educacional e profissional.Além deste jornal, pedimos a sua atenção para o nosso “site”, que pode ser acessado após convite desta coordenação, através do endereço:http://br.groups.yahoo.com/group/pape_jsd/.

O convite é necessário para evitar que pessoas estranhas ao nosso meio ou mal-intencionadas façam uso indevido daquele espaço. Se os leitores, participantes ou não do PAPE, quiserem, poderão enviar e-mails com as suas dúvidas sobre o Programa ou sobre qualquer assunto aqui tratado, através do próprio site e responderemos na medida de nossas possibilidades.

Na próxima reunião, no dia 30.07 a partir das 14 h, pretendemos adotar um novo sistema de trabalho, dividindo o pessoal em grupos com membros de perfis semelhantes, a fim de aumentar a motivação e possibilitar um melhor desenvolvimento para cada um de nós.Até lá, se DEUS quiser.  
 
ESCREVENDO CERTO 
Sessão, Cessão ou Seção? 
 
Sessão: espaço de tempo. Ex.: Sessão de cinema.
Cessão: ato de ceder. Ex.: Cessão de direitos.
Cessação: ato de cessar, interromper, parar.Ex.: Cessar fogo.
Seção: ato ou efeito de selecionar. Divisão,departamento. Ex.: Seção eleitoral.
Concessão: ato de conceder. Permissão. Ato de ceder em favor de outrem. Ex.: Concessão de empréstimos.  
 
ESPAÇO PROFISSÃO
Por Sidney Mendes 
Boa Aparência
É comum nos depararmos, em anúncios de emprego, com o termo “boa aparência”.    Afinal, o que significa isso?    Algumas pessoas já chegaram a sugerir que esse termo possui uma forte conotação racista ou preconceituosa, porém nos dias de hoje posso lhes garantir que isso não faz muito sentido. As empresas, de uma maneira geral, vêm  adotando a “DIVERSIDADE” como uma forte política na área de Recursos Humanos, ou seja, cada vez mais as empresas oferecem oportunidades  para mulheres, portadores de deficiência e afro descendentes.   

Portanto, nos dias de hoje, temos de analisar a questão da “boa aparência” sob outro aspecto.  Você já parou para pensar que 90% do seu corpo é coberto? Ou seja, que 90% do seu corpo são embalagens? Noventa por cento de um homem estão encobertos por uma camisa, calça, meias e sapatos e de uma mulher por saia, blusa, meias de náilon e sapatos. O modo pelo qual as pessoas se vestem afeta diretamente suas atitudes em relação a si próprias, bem como as atitudes das outras pessoas em relação a nós. Um vestuário adequado o beneficia de dois modos: você se torna mais confiante, mais à vontade com as pessoas e com mais capacidade de enfrentar situações novas. Você, envolvido em uma embalagem correta, ganha força interior.    

Mas lembre-se, não estamos falando de um vestuário caro, mas sim de um vestuário adequado, o que é bem diferente. O ideal é vestir-se conforme a ocasião, lembrando-se que, da mesma forma que as pessoas rejeitam comida, automóveis, residências e outros produtos pela aparência, elas se posicionam em relação a você. É algo próprio do ser humano, daí as empresas preferirem pessoas com “boa aparência”.  

Grupo de Estudos PAPE sobre Atualidades No dia 16 de Julho, tivemos uma reunião do grupo de estudos do PAPE no São Cristóvão, onde abordamos alguns assuntos sobre atualidades , sobretudo acontecimentos importantes do dia-a-dia que, de alguma maneira, afetam nossas vidas. O objetivo foi mostrar a todos que a dinâmica dos acontecimentos mundiais não são obra do acaso, que existem fatores históricos e ideológicos que influenciam grandemente a maneira como as nações do mundo se relacionam. Afinal, nosso mundo é composto de 200 países e uma população de 6 bilhões de pessoas, de diferentes raças, culturas e línguas..     

Um assunto que sempre chama bastante a atenção é quando falamos do Oriente Médio.   Esta região, antiqüíssima e berço da civilização humana, engloba  países como Israel, Síria, Líbano, Arábia Saudita, Jordânia, Egito, Iraque, entre outros países e territórios autônomos. Por incrível que pareça, é impressionante como os acontecimentos por lá influenciam o resto do mundo.   

Aliás, sempre influenciaram, pois nessa região viveu Abraão, patriarca tanto dos Israelitas como dos Árabes.  Nessa região foram construídas as grandes cidades de Nínive e Babilônia (onde existiu a torre de Babel) e é lá que ficam os rios  Tigre e Eufrates, tão conhecidos por nós por causa do Jardim do Éden.  

E não podemos, é claro, esquecer que nessa região nasceu e viveu Cristo (o unigênito filho de Deus), a pessoa que mais influenciou esse mundo em todos os tempos. Voltaremos a abordar esse assunto nas próximas edições.  
 
ESPAÇO EDUCAÇÃO
Por José Carlos Edwiges 
Aqui estão alguns conselhos que, recentemente, Bill Gates (homem mais rico do mundo, dono da Microsoft, fabricante do Windows, do Office, Hotmail etc...) ditou em uma conferência numa escola secundária, tratando sobre 11 coisas que estudantes não aprendem na escola. Ele fala sobre como a “política educacional de vida fácil para crianças” tem criado uma geração sem conceito da realidade e como esta política tem levado as pessoas a falharem em suas vidas posteriores a escola.

Muito conciso, todos esperavam que ele fosse fazer um discurso de uma hora ou mais... ele falou por menos de cinco minutos, foi aplaudido por mais de dez minutos sem parar, agradeceu e foi embora em seu helicóptero... 

REGRA 1: A vida não é fácil; acostume-se com isso.

REGRA 2: O mundo não está preocupado com sua auto-estima. O mundo espera que você faça alguma coisa útil por ele ANTES de sentir-se bem com você mesmo.

REGRA 3: Você não ganhará R$ 20.000,00 por mês assim que sair da escola. Você não será vice-presidente de uma empresa com carro e telefone a disposição antes que você tenha conseguido comprar seu próprio carro e telefone.

REGRA 4: Se você acha seu professor rude, espere até ter um chefe. Ele não terá pena de você.

REGRA 5: Vender jornal velho ou trabalhar durante as férias não está abaixo da sua posição social. Seus avós têm uma palavra diferente para isso: eles chamam de oportunidade.

REGRA 6: Se você fracassar, não é culpa de seus pais. Então, não lamente seus erros, aprenda com eles.

REGRA 7: Antes de você nascer, seus pais não eram tão críticos como agora. Eles só ficaram assim por pagar suas contas, lavar suas roupas e ouvir você dizer que eles são “ridículos”. Então, antes de salvar o planeta para a próxima geração querendo consertar os erros dos seus pais, tente limpar o seu próprio quarto.

REGRA 8: Sua escola pode ter eliminado a distinção entre vencedores e perdedores, mas a vida não é assim. Em algumas escolas você não repete mais de ano e tem quantas chances precisar até acertar. Isso não parece com absolutamente NADA na vida real. Se pisar na bola, está despedido, RUA!!! Faça certo da primeira vez.

REGRA 9: A vida é dividida em semestres. Você não terá sempre verões livres e é pouco provável que os outros empregados o ajude a cumprir suas tarefas no fim de cada período.

REGRA 10:Televisão NÃO é vida real. As pessoas têm que deixar o barzinho ou a boate e ir trabalhar.

REGRA 11: Seja legal com os CDFs (aqueles estudantes que os demais julgam que são uns idiotas). Existe uma grande probabilidade de você vir a trabalhar para um deles. 

Notícias do PAPE Neste último domingo (23/07/2006) fizemos um grupo para estudar matemática. Vimos Conjuntos Numéricos, Potências e Regra de Três. Estes assuntos são relativamente simples e sempre caem em provas de concursos e vestibulares, além de serem muito úteis no dia-a-dia. Em outra ocasião veremos um pouco mais deste “bichão” chamado de matemática, mas que na verdade é um lindo bichinho de estimação.  
 
ENTREVISTA DO MÊS 
Todos os meses, realizaremos entrevistas com membros da Sã Doutrina que atuam em áreas profissionais diversas, com a finalidade de divulgar informações do interesse dos leitores. Nesta edição, escolhemos uma das mais nobres, antigas e conhecidas profissões, que é a de professor.  Para tratar do assunto, convidamos a Professora Olívia da Silva Martins, hoje Diretora de Escola Estadual, casada com Claudemir Martins, mãe de duas crianças (Luiza Maria e Antonio Vinícius),  freqüentadores da Congregação do Jardim São Cristóvão.
 
PAPE: QUAL A SUA FORMAÇÃO E A SUA OCUPAÇÃO ATUAL ?
OLÍVIA: Fiz curso superior em Ciências e Matemática e também em Pedagogia. Hoje sou Diretora da Escola Estadual Prof. Washington José de Lacerda Ortiz.

PAPE: FALE UM POUCO SOBRE A SUA CARREIRA PROFISSIONAL.
OLÍVIA: Comecei lecionando em Dracena, quando ainda cursava o segundo ano da faculdade, como professora substituta, em 1.982 . Após a conclusão do curso de Ciências e Matemática continuei lecionando e decidi fazer outro curso superior, agora em Pedagogia, para me aperfeiçoar mais na área. Em 1995 mudei para Campinas, continuando a dar aulas até o ano de 2.002, quanto prestei concurso e fui aprovada para ocupar o cargo de Diretora, que exerço até hoje.  

PAPE: FOI FÁCIL CHEGAR ATÉ ESTE PONTO ?
OLÍVIA: Não foi fácil. Primeiro estudei até o ensino médio em escolas publicas e depois arquei com muitas despesas para pagar os estudos superiores, tendo que procurar escolas que ficavam muito distantes umas das outras, em cidades como Panorama, OuroVerde, Tupi Paulista e outras vizinhas a Dracena, pois era obrigada a atuar onde havia disponibilidade de aulas e nos horários que restavam. Em segundo lugar, em virtude do trabalho, tive que me dedicar aos estudos em vários domingos e feriados, abrindo mão, muitas vezes, de passeios ou lazer. Para chegar ao cargo de Diretora voltei a estudar, desta vez fazendo curso preparatório durante meses, aos domingos, sendo já casada e com a Luisa ainda pequena. Muitas vezes ficava estudando até a madrugada e nesta época contei bastante com o apoio do Cláudio.

PAPE: QUAIS CONSELHOS VOCÊ TEM PARA DAR AO JOVEM QUE PRETENDE INGRESSAR NA CARREIRA DE MAGISTÉRIO?
OLÍVIA: Em primeiro lugar é preciso gostar muito de estudar, pois a função de professor exige constante aprendizado e atualização para poder ensinar os outros. Também é necessário gostar de trabalhar com crianças e adolescentes, pois o professor trabalha com a formação deste grupo de pessoas e esta função é bastante prazerosa quando a pessoa gosta do que faz. Além de gratificante, existe uma troca de aprendizados entre professor e aluno.

PAPE: COMO ESTÁ O MERCADO DE TRABALHO PARA ESTA CARREIRA?OLÍVIA: O mercado de trabalho é muito amplo e está em ascensão, seja devido ao grande número de escolas particulares dedicadas aos vários níveis de ensino, inclusive faculdades, seja em relação às escolas públicas já existente e em fase de criação. Porém as exigências também são maiores e o profissional precisa se dedicar cada vez mais aos estudos na área.

PAPE: COMO CONCILIAR FAMÍLIA, TRABALHO E RELIGIÃO?
OLÍVIA: Não há necessidade de se trabalhar aos sábados como Professor ou Diretor de escolas públicas e em boa parte das particulares. No caso de eventual atividade em algum fim de semana, sempre dá para combinar com algum colega para que este atue durante o sábado, em troca do domingo livre. Com a ajuda de DEUS creio que estou conseguindo conciliar essas atividades.

Atualizado em ( 23-Oct-2008 )