Foto da noticia

O Certo x O Vantajoso

12 de Abril de 2018
silas.miguell@hotmail.com
Silas Barbosa de Miguel


sadoutrina.org - Biblioteca Digital - Crônicas

Qual a importância de fazer o que é certo e não o que é fácil ou vantajoso?

Amigos, diversas vezes em nosso dia a dia nos deparamos com diversas situações onde é tão tentador ir pelo caminho que parece mais fácil. Mas será que é o correto?

Nem sempre o que parece melhor é de fato o caminho que devemos fazer, ou a atitude que devemos tomar.

As vezes até no nosso trabalho é mais fácil contar vantagem sobre algo ou alguém; omitir algo que não vai parecer fazer muita diferença no final;

Quando alguém por engano nos dá o troco errado de alguma compra. 

Quando colocamos nosso nome em algo que não tivemos participação, deixando de dar o verdadeiro mérito a alguém. 

Só alguns exemplos que parecem tão bobos, mas que juntando, somam ao final uma grande quantidade de pequenos erros. O pouco se torna muito; o barato acaba saindo caro. 

Amigos, mesmo sendo tão mais fácil, tão vantajoso na maior parte do tempo, qual a honra que teremos se assim agirmos? 

Por mais que seja melhor hoje, pareça mais  agradável, o certo é o certo. E os caminhos errados que tomamos nos levam a lugares piores depois. 

Seja honesto consigo mesmo e com os outros. Uma pequena mentira causa uma grande contenda. E uma pequena omissão ainda assim pode ser considerado uma mentira. 

Se esta semana tivermos a oportunidade de escolher, façamos com sabedoria. Que possamos escolher o melhor por ser o certo e não o mais fácil. Ainda que isso nos traga dores no momento, ou frustrações, é melhor que nos trazer uma conseqüência desagradável para o resto da vida. 

É nas pequenas coisas que mostramos a grandeza que somos capazes. Seja agindo pelo certo ou pelo duvidoso. E por vezes, o errado. 

Tenhamos isso em mente e siga o seu coração. Que seja ele cheio de sabedoria. 

Façamos o certo. Por mais difícil que seja. 

Elaborado em 28/01/2018
Uma semana rica e abençoada. 
Fiquem com Deus e fiquem em Paz.