Foto da noticia

A Família e o Culto Espiritual

18 de Julho de 2016


Escrito por Joel e Noemia Branco   
09-Dec-2014
sadoutrina.org - Biblioteca Digital - Crônicas

joel_branco@hotmail.com 
noemiafrancisco@hotmail.com
 
Destaques: Criação, desobediência, queda e elevação, e o Projeto divino.
COMO TUDO COMEÇOU:
A terra era sem forma e vazia, e havia trevas sobre a face do abismo e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas.
E foi aí que Deus iniciou seu projeto, usando de seu poder fez tudo quanto enxergamos: terra, céus, mar, relva, os animais, enfim pôs cada coisa em seu lugar.

E mesmo com tudo criado, Deus ainda sentiu que faltava algo mais, pois não havia alguém para zelar daquele lugar, e então ele fez o homem, assoprou em suas narinas e foi feita alma vivente.

Deus considerou o homem sua principal criação, tanto é verdade essa afirmação que pra tudo ele usou seu poder para criar, porém com o homem ele usou suas próprias mãos, moldando o barro e cuidando de cada detalhe para sua obra sair perfeita.

Deus criou o homem imortal, puro e reto, pois ele amava tanto a sua criação que a queria pra sempre perto de si, não queria mais apartar de sua criação perfeita. Observamos que a perfeição era tanta que Deus a classificou de: Minha imagem e semelhança.

E como o passar do tempo, Deus viu que o homem andava solitário, triste, e então resolveu solucionar aquela situação, acabar com a solidão do homem, então o fez cair em sono profundo e de uma de suas costelas formou uma criatura bela: A mulher.
 
Este casal estava formado e ambos gozavam da imortalidade, não tinham malícias e viviam a contento de seu criador, que sempre os visitava no jardim do Éden e falava com o homem que até então estava seguindo todas as regras pré-definidas por Deus. Deus desejava ter sempre por perto, a sua: Obra prima.

Mas o ser humano que não se contenta com a vida que tem, desde sua criação, demonstrou ser falho, certo dia a mulher se deixou enganar pela serpente e também o homem se deixou enganar pela mulher e fizeram o que Deus havia proibido, e deram origem ao pecado, e com isso perderam a imortalidade.

Deus ficou muito triste com o ser humano, pois havia cometido algo que lhes havia dito não fazer, e com isso Deus viu seu projeto de viver eternamente com sua principal criação terminando. A partir daquele momento sofreriam as consequências de um passo mal dado,  passaram a ser mortais, isso significa que a carne não mais resiste ao tempo: Nasce, cresce, envelhece e morre.

Por muito tempo, o ser humano morria e dormia no pó, não tinha mais perspectiva nem esperança, por isso foi se tornando cada vez mais longe de seu criador e vivendo como selvagens na conhecida lei: Olho por olho e dente por dente. 

E vendo Deus que sua obra-prima que foi chamada de sua imagem e semelhança estava cada vez mais afundada no seu egoísmo, truculência, arrogância e já não tinha mais quase nada da essência com que fora criada, decidiu, no entanto reiniciar seu projeto de: Viver eternamente junto com sua principal criação.

Deus então enviou ao mundo Jesus Cristo, e este veio cheio de amor e misericórdia, aboliu a lei dos mandamentos que por força os homens criaram, pregou que somente os mandamentos da lei (20 de Êxodo) é que são verdadeiros e imutáveis, e que geram segurança a todos que os guardar, e estes devemos obedecê-lo.

E este Jesus veio derrubando a parede da separação, constituindo uma só nação, e que a verdadeira doutrina vai muito além da nacionalidade ou da etnia pertencente (ele disse isso por somente Israel se achar no direito de ser chamado: Povo de Deus).

Jesus veio, deu direito a todos que em seu coração tivessem o desejo em fazer a vontade de Deus, pudessem, portanto exercer esse desejo com toda alegria e contentamento, com isso nós alcançamos essa graça, e nos colocou em sua vinha pra exercermos as grandes finalidades e nos chamou de: Os novos trabalhadores da vinha.

Com isso O projeto de Deus de viver eternamente com sua criação, estava definitivamente reiniciado, e pra torná-lo viável criou novos métodos pra serem seguidos, guardados e realizados, que os mandamentos fossem obedecidos, as ordenanças trazidas sempre na memória e no coração e manter afastado dos desejos da carne, porque agora a imortalidade seria dada ao espírito e pra isso ele abriu: a ressurreição.

E nós recebemos de Deus essa importante tarefa, esse excelente compromisso em ajudá-lo na consumação desse projeto, para isso nos deu o privilegio de conhecermos seus segredos, seus mistérios, nos distribuiu dons pra realizarmos a ressurreição e com isso propiciarmos Vida eterna a muitos.

Deus poderia realizar isso sozinho?

Sim, poderia, mas ele quis nos incumbir desse compromisso, e para realizarmos esse serviço, temos que andar em retidão em todos os momentos de nossas vidas, nos mantendo aptos a entrar na congregação com verdadeira identidade de um servo crente, prudente e fiel em toda nossa maneira de viver.

E pra isso acontecer como realmente se deve, é imprescindível estarmos harmonizados com Deus e com a família, andando todos sempre na obediência e sinceridade, pois todos somos irmãos em Cristo e filhos de um mesmo pai, que nos ama e quer que todos nós um dia: Vivamos com ele eternamente.

Nós somos filhos da adoção, e alguém já viu uma adoção indesejada? Pelo contrário, ao decidir adotar são considerados fatores relevantes como características, qualidades, saúde, e foi isso que Deus analisou, e viu em nós capacidade pra realizarmos seu: Projeto de vida eterna.

Então convide seu filho, sua filha, seu esposo, sua esposa e juntos irmanados no Senhor, caminhem sempre unidos no firme propósito de vencer a caminhada, e se a vida lhe por alguns obstáculos, se estiverem unidos alcançarão triunfo por viver em unidade. Isso é um pedido especial de um Pai para um filho, e foi esse o pedido de Deus para todos nós. TENHA EU COMO PAI, QUE EU VOS TEREI COMO FILHOS E FILHAS!

A PAZ DE DEUS ESTEJA COM TODOS!!!!

Atualizado em ( 09-Dec-2014 )