Foto da noticia

Adão José de Souza

05 de Julho de 2012
martinsailton01@gmail.com
Ailton Martins


Adão José de Souza: Um Marco na Sã Doutrina

sadoutrina.org - Biblioteca Digital - As Colunas do Senhor


Aos 107 anos de idade, este irmão é atualmente o crente espiritual mais velho de nossa Sã Doutrina. No dia 15 de Abril de 1905, no estado da Bahia, nascia um menino que recebeu o nome de Adão José de Souza; a história de vida desse nosso irmão, com certeza é um grande exemplo e isto todos poderão notar nas linhas que se segue.
Nosso irmão Adão morou até aos seus 11 anos com os seus pais e sua família arrumou-lhe um casamento. Naquela época era assim que funcionava. No entanto nem nosso irmão e nem a moça (no caso sua noiva) gostaram da arrumação, mesmo explicando que era contra a sua vontade, as famílias continuaram a acertar os detalhes para o casamento, foi ai que Adão viu a necessidade de sair de casa.
 
Ele enfrentou algumas dificuldades, mas conseguiu chegar ao estado de São Paulo, e começou a trabalhar na lavoura de café; passado um tempo, ele casou-se e desta relação ele teve 5 filhos; pouco mais tarde sua companheira cometeu o triste ato suicida sem deixar nenhum motivo aparente. Sua filha mais nova também veio a falecer pouco tempo depois da morte da mãe. Sendo assim,  Adão ficou viúvo e com 4 filhos para criar.

Passado o tempo, Adão começou a trabalhar nas regiões de Dracena e Tupi Paulista e foi nessa ocasião que conheceu a tradicional família Matheus, que já eram crentes e pioneiros da Sã Doutrina. Na família Matheus ele conheceu uma moça com o nome de Alzira; esta moça tinha entre 15 e 16 anos, e apesar da diferença de idade e contra a vontade do pai da moça, por Adão ser mais velho e viúvo,  eles se deram em casamento.

Foi ai que se iniciou os primeiros contatos de Adão com a Sã Doutrina Espiritual do Sétimo Dia; no inicio Adão que era romano, não sentiu grande entusiasmo por nossa Igreja, mas um dia por curiosidade e sem que ninguém o percebesse, ficou do lado de fora da casa ouvindo o culto, quando uma voz de dentro da casa disse em um manifesto que, atrás da janela tinha um homem. Ele ficou muito assustado com aquele mistério, pois o único que estava escondido era ele, e para completar ninguém sabia que ele tinha ficado escondido para ouvir. Mais que depressa pegou o seu cavalo e saiu dali.

Este foi o grande mistério para a conversão do irmão Adão. No inicio da sua conversão ele teve a oportunidade de conhecer alguns irmãos como, por exemplo, João Pozza, Sebastiana (conhecida como Sebastianinha), Irmã Túnica e José Clementino, José Martins de Lima, e muitos outros irmãos e irmãs da época.

Nas duras lutas da vida Adão perdeu outros filhos, mas isso não foi motivo para ele desistir, muito pelo contrario ele junto com sua esposa que apesar de ser muito nova, já havia conquistado o carinho e respeito dos filhos dele do primeiro casamento, pois Alzira sempre se mostrou mulher de fé e temente a Deus, se portava como mãe dos filhos dele e não fazia diferença entre filhos do primeiro e segundo casamento; ela tratava todos iguais.

Passaram a serem visto como uma família cristã, pois pelo santo nome de Deus e confiando no poder supremo do Criador, nosso irmão, pelo espírito santo passou a realizar obras maravilhosas como: cura de enfermos, expulsão de classes de demônios. Pouco mais tarde ele se tornou apascentador, realizavam os cultos em seu lar, havendo a conversão de muitas pessoas.

A família enfrentava algumas dificuldades, por diversas vezes a casa onde residiam que era feita de sapé pegou fogo, em uma dessas vezes o único bem que uma das filhas conseguiu salvar foi a bíblia. Sem ter moradia toda a família passou por momentos difíceis, pois precisavam ir até as cidades da região para trabalhem e muitas vezes a preocupação se haveria ou não, alimentos era grande. No entanto não se esqueciam do compromisso espiritual e todas as noites realizavam a obra do culto, continuando assim firmes na fé.
Apesar de Adão não ser totalmente letrado, ele pedia a Deus para lhe ajudar, pois tinha um grande desejo de ler a bíblia. Para honra e gloria do nosso Senhor, Adão fez a leitura da bíblia 4 vezes. 

As  histórias de luta e da presença do Senhor em sua vida são muitas, mas duas em especial serão citadas:  
Em certa ocasião um gentil, começou a perturbá-lo em questões de religião, mas Adão não usou de palavras para combater o ato daquele homem, antes ele clamou a Deus Onipotente em seu pensamento, e o Senhor enviou um anjo para repreender aquele espírito que estava no homem e que tanto o afligia.

Na mesma hora o homem  ficou paralisado, clamando para que fosse solto, mas todos os que estavam ali presentes, incluindo um delegado, podiam ver que não havia nenhum objeto material que o prendesse. Nesse instante, Adão foi para dentro da sua casa e junto com sua família realizaram um culto espiritual, para que o espírito fosse repreendido e o homem liberto; e isto aconteceu com a permissão de Deus.

Em outra ocasião, Adão foi alvo de um feiticeiro que enviou uma cobra da espécie Jararaca, para lhe ferir. A cobra ficou perto de uma mula que o irmão tinha para ajudá-lo no trabalho, e o animal foi picado diversas vezes, quando Adão notou que a mula estava empacada foi ver o porquê, e nesse momento a cobra deu o seu bote, e a sua primeira atitude foi repreender aquele espírito enviado.

O irmão orou e cobra caiu por terra morta, naquele momento Deus havia realizado mais um grande prodígio em sua vida, Adão retornou para sua casa e grande foi a surpresa do feiticeiro quando o viu andando calmamente pelas ruas; chegando em casa louvou a Deus com grande emoção.

Nosso irmão morou na cidade de Juranda (PR) sempre com grandes vitorias; depois se mudou para o Paraguai onde residiu por mais de 30 anos, alcançando grandes maravilhas. Entre os anos de 2004 e 2005 mudou-se para Barueri onde reside ate hoje. Sua família é grande; entre filhos, genros, noras, netos e bisnetos já se somam mais de 160 pessoas. Em 2007 nosso irmão com muita emoção presidiu um culto do Senhor, mostrando assim mais uma vez sua garra e coragem para a luta espiritual.

Nosso irmão Adão,  hoje tem a idade de 107 anos e sua esposa Alzira tem 81 anos. E de casamento já se somam 64 anos que o Senhor vem os abençoando nesta união. Sendo eles um grande exemplo de cumplicidade.

Apesar das dificuldades enfrentadas, nosso irmão em momento algum reclama de ter escolhido servir ao Senhor Deus, pelo contrario ele é grato a Deus por tudo o que alcançou em sua vida.

Com certeza para a família e para os irmãos, Adão é visto como um exemplo a ser seguido, pois ele pode ser considerado um homem é de fé, de confiança, de devoção e amor em nosso Deus.

Querido irmão Adão, a sua historia de vida nos enche de confiança no Criador.
 
Este relato foi redigido com ajuda de um de seus netos, Daniel Galdino - galdino5353@hotmail.com
Sem mais, Paz de Deus seja com todos.
Imagem Abertura