Foto da noticia

Sobre o Pecado

10 de Novembro de 2017
nonato.ferreira@outlook.com.br
Nonato Ferreira


sadoutrina.org - Biblioteca Digital - Trabalhos

Estudo sobre o Pecado 
 
A primeira coisa que devemos entender é que no salmo 51, os nossos erros são descritos de três formas distintas: “transgressões”, “iniquidade” e “pecado”. Por isso para compreendermos melhor estas três maneiras, devemos entender que:

TRANSGRESSÃO
A palavra transgressão e suas variantes aparecem 165 vezes e significa: rebelar; ultrapassar; ir além; sem atender a qualquer lei; a quebra da lei, no sentido de ultrapassar um limite fixado.

INIQUIDADE
Enquanto que transgressão tem haver com uma rebelião de algo explicito, externo e escrito, iniquidade tem haver com algo interno, com a perversidade da mente - aos impulsos maus do seu íntimo, do seu coração e mente.

PECADO
A palavra “pecado” significa apenas “errar o alvo”, quando alguém está atirando em um objeto. Transgressão, Iniquidade, Pecado SALMO  51, Davi confessa o seu pecado, suplica o perdão e roga a Deus que lhe renove um espírito reto Salmo de Davi para o cantor-mor, quando o profeta Natã veio a ele, depois dele ter estado com Bate-Seba.
1  TEM misericórdia de mim, ó Deus, segundo a tua benignidade; apaga as minhas transgressões, segundo a multidão das tuas misericórdias.
2  Lava-me completamente da minha iniquidade, e purifica-me do meu pecado.
 
SALMO  32 A felicidade do homem perdoado.  Exortação ao arrependimento
  1. BEM-AVENTURADO aquele cuja transgressão é perdoada, e cujo pecado é coberto.
  2. Bem-aventurado o homem a quem o SENHOR não imputa maldade,
  • , no Grego = iniquidade -  e em cujo espírito não há engano. (Hipocrisia) Transgredir:
 
Pesha' = A palavra transgressão no hebraico 
Romanos 4:15 Porque a lei opera a ira; mas onde não há lei também não há transgressão.
 

Mais sobre INIQUIDADE

No Antigo Testamento o termo hebraico para a iniquidade é Avon (עָוֹן – perversão), geralmente traduzido como ‘vaidade’ outras vezes ‘iniquidade’ em nossas Bíblias.

Êxodo 34:7 que usa de beneficência com milhares; que perdoa a INIQUIDADE, a TRANSGRESSÃO e o PECADO; que de maneira alguma terá por inocente o culpado; que visita a INIQUIDADE dos pais sobre os filhos e sobre os filhos dos filhos até a terceira e quarta geração.

Mateus 15: 9- Porque do coração procedem os maus pensamentos, homicídios, adultérios, prostituição,
Mateus 5:28- Eu, porém, vos digo que todo aquele que olhar para uma mulher para a cobiçar, já em seu coração cometeu adultério com ela. furtos, falsos testemunhos e blasfêmias.
 
Isaías 53:5- Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniquidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.

Isaías, capítulo 53 explica como nossas transgressões foram “levadas”.
 

Mais sobre PECADO

A palavra mais comumente traduzida como ‘pecado’ em nossas Bíblias é Hata’ah ( חֲטָאָה ), que expressa “errar a marca no alvo” como um atirador que perde seu foco no alvo,

Êxodo 32:33- Então disse o Senhor a Moisés: Aquele que pecar (ERRAR) contra mim, a este riscarei do meu livro.
Em Hebraico temos muitas palavras para dizer estes erros cometidos que chamamos de pecados são eles:

Hhatá - significa apenas “errar o alvo”, errar, no sentido de errar ou não atingir um alvo, ideal ou padrão.

chet - ATO ERRADO sem a intenção daquele que comete o erro, por não saber, por não ter lembrado, por distração, por engano, tropeço.

Avon - Perversidade, depravação, iniquidade, culpa, ATO ERRADO cometido com intenção pois se sabia o que estava fazendo, mas foi incitado por seu  coração – inclinação do mal, carnalidade aflorada por impulso, paixões carnais que cegam o entendimento momentaneamente.

Aveirá - Ofensa, transgressão de um limite moral, ATO ERRADO esporádico ocorrido com a intenção de pecar deliberadamente, premeditação, sabendo das consequências da transgressão mas que ainda aceita a soberania de ULRRIM

Pesha -  Rebelião, crime; ofensa; transgressão, ATO ERRADO constante, no qual o pecador rejeita a soberania de Deus

IMPORTANTE: Infelizmente as traduções roubam a beleza do texto quando convertem todas essas palavra:
 

As ciladas do diabo - O deus deste mundo

3 Coisas o diabo oferece explorando nossas fraquezas.
GÊNESIS 3.6
1º E viu a mulher que aquela árvore era boa para se comer, (Desejo carnal)
2° É agradável aos olhos, (Beleza)
3º E árvore desejável para dar entendimento; (A soberba)
 
As mesmas coisas que o diabo ofereceu para senhor Jesus

Sobre a fraqueza da carne

MATEUS 4
O tentador Desafia Jesus (o poder de Jesus com desejo carnal)
Manda que estas pedras se tornem em pães.
 
O tentador Desafia Jesus (o poder de Jesus com soberba)
E disse-lhe: Se tu és o Filho de Deus, lança-te de aqui abaixo;
 
O tentador Desafia Jesus (A beleza dos olhos e poder)
Tudo isto te darei se, prostrado, me adorares.
 

As mesmas coisas ele continua oferecendo

"Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo."  (I João 2 : 16)
 

A Igreja de Coríntios sofria com o pecado

2 Coríntios – Capítulo 12:20 Temo, pois, que, indo ter convosco, não vos encontre na forma em que vos quero, e que também vós me acheis diferente do que esperáveis, e que haja entre vós contendas, invejas, iras, porfias, detrações, intrigas, orgulhos e tumultos.

21 Receio que, indo outra vez, o meu Deus me humilhe no meio de vós, e eu venha a chorar por muitos que, outrora, pecaram e não se arrependeram da impureza, prostituição e lascívia que cometeram. (lascívia: propensão para a luxúria, sensualidade exagerada; lubricidade.)

 
Os pecados do Rei Davi e sua sentença de Morte 2 Samuel 12:1-31

Nisto Davi ficou furioso com o homem e disse a Natã: “Tão certo como Jeová vive,+ o homem que fez isso merece morrer! 6  E ele deve pagar quatro vezes o valor da cordeira,+ porque fez isso e não teve compaixão.” 7  Então Natã disse a Davi: “O senhor é o homem! Assim diz Jeová, o Deus de Israel: ‘Eu mesmo o ungi rei sobre Israel+ e o livrei das mãos de Saul.

O que podemos dizer sobre Davi?  Que ele não tinha o Espírito Santo, pois Jesus não tinha vindo ainda.
 

O que a Bíblia diz:

A Atuação do Espírito no Antigo Testamento

Na velha aliança, apenas três classes de pessoas poderiam receber a visitação do Espírito de Deus, eram elas: Os profetas, sacerdotes e reis. Ninguém fora deste contexto poderia receber o Espírito Santo, eles eram os ungidos de Deus, ou seja, os habilitados pelo Senhor para interagir com o seu Espírito.

Mesmo assim, o Espírito Santo só poderia vir, ficar por algum tempo e depois tinha que se retirar do homem, pois o homem havia morrido espiritualmente (Gn 3:3), ou seja, o espírito morto do homem não suportaria o poder e força do Espírito vivo de Deus (Mt 9:17). Por esse motivo é que Davi dá a seguinte declaração: “Não me lances fora da tua presença, e não retires de mim o teu Espírito Santo” (Sl 55:11). O Espírito Santo não podia permanecer no homem, mas agia através dele.

Deuteronômio 17:17-  Que o rei não tome para si muitas mulheres, para que seu coração não se desvie da sabedoria.
 
Cada um faça uso da sua hermenêutica, ou seja, interprete o sentido das palavras. Devemos ter a arte de interpretar leis, códigos e textos sagrados buscando no original.
 

Palavras de Jesus e Demais Referências

Mateus 5:27-28- Vocês ouviram o que foi dito: 'Não adulterarás'. Mas eu digo: Qualquer que olhar para uma mulher e desejá-la, já cometeu adultério com ela no seu coração.
 
Marcos 10:11-12- Ele respondeu: "Todo aquele que se divorciar de sua mulher e se casar com outra mulher, estará cometendo adultério contra ela. E, se ela se divorciar de seu marido e se casar com outro homem, estará cometendo adultério".
 
Gálatas 5:19-21- Ora, as obras da carne são manifestas: imoralidade sexual, impureza e libertinagem; idolatria e feitiçaria; ódio, discórdia, ciúmes, ira, egoísmo, dissensões, facções e inveja; embriaguez, orgias e coisas semelhantes. Eu os advirto, como antes já os adverti: Aqueles que praticam essas coisas não herdarão o Reino de Deus.

Lucas 16:18- "Quem se divorciar de sua mulher e se casar com outra mulher estará cometendo adultério, e o homem que se casar com uma mulher divorciada estará cometendo adultério."

Mateus 15:19- Pois do coração saem os maus pensamentos, os homicídios, os adultérios, as imoralidades sexuais, os roubos, os falsos testemunhos e as calúnias.

Apocalipse 2:21-22- Dei-lhe tempo para que se arrependesse da sua imoralidade sexual, mas ela não quer se arrepender. Por isso, vou fazê-la adoecer e trarei grande sofrimento aos que cometem adultério com ela, a não ser que se arrependam das obras que ela pratica.
 

Na Bíblia são mencionados os pecados que são para morte e os que não são para morte.

Todo pecado é transgressão diante de Deus, mas nem todo pecado é igual aos olhos de Deus. O pecado tem gradação, como se vê nas seguintes expressões bíblicas:

“grande pecado” (Êx 32.30,31; 1 Sm 2.17; Sl 25.11; Am 5.12); “maior pecado” (Jo 19.11); “muito grande pecado” (1 Sm 2.17; 2 Sm 24.10 com 1 Cr 21.8,17); “muitos pecados” (Lc 7.47); “multidão de pecados” e “multiplicar pecados” (Ez 16.51; Os 13.2; Tg 5.20).

O pecado para morte (1 Jo 5.16), dependendo de sua gradação, traz como consequências: sofrimentos, morte espiritual, morte física e até perdição eterna. São, na verdade, tipos de pecados que levam o seu praticante à morte física prematura, como: desobediência deliberada (1 Rs 13.26); incesto (1 Co 5.5); murmuração (1 Co 10.5); profanação (1 Co 11.29-32); desvio (Jr 16.5,6); tentar a Deus (Nm 14.29,32,35; 18.22; 27.12-14); falsidade (At 5.10); rebeldia, não a momentânea, mas como estado (Ef 6.3), etc.

Esse tipo de pecado, como um estado, envolve transgressão e desobediência deliberadas, continuadas, conscientes. Os praticantes desse tipo de pecado estão mortos espiritualmente e somente poderão receber a vida caso se arrependam de verdade. E o verdadeiro arrependimento envolve intelecto, sentimento e vontade. O arrependimento de Judas, por exemplo, foi incompleto, posto que envolveu apenas a parte sentimental e possivelmente a intelectual, não resultando em ação, como no caso de Pedro. Na parábola dos dois filhos (Lc 15) vemos que o filho pródigo teve um arrependimento completo.
 

I Jo 5.17- Quando ao que diz a Palavra de Deus sobre não orar pelos que pecam para a morte.

Que tipo de pecado e que situação pecou o pecador? Como podemos julgar? que parâmetros podemos usar? E que faculdade tem em mãos? Pela revelação? Pelo dom de vidência?

Quem pode dizer quem entrou no céu ou não?

Tg 4.12- Há só um Legislador e um Juiz, que pode salvar e destruir. Tu, porém, quem és, que julgas a outrem?"

João 12 : 47- "E se alguém ouvir as minhas palavras, e não crer, eu não o julgo; porque eu vim, não para julgar o mundo, mas para salvar o mundo." 
 
João 12 : 48- "Quem me rejeitar a mim, e não receber as minhas palavras, já tem quem o julgue; a palavra que tenho pregado, essa o há de julgar no último dia." 
 
Se alguém vir pecar seu irmão, pecado que não é para morte, orará, e Deus dará a vida àqueles que não pecarem para morte. Há pecado para morte, e por esse não digo que ore.

Toda a iniquidade é pecado, e há pecado que não é para morte.

I João 5:16-18- Sabemos que todo aquele que é nascido de Deus não peca; mas o que de Deus é gerado conserva-se a si mesmo, e o maligno não lhe toca.

Como sabemos que todo aquele que é nascido de Deus não peca?

I João 3:6- Qualquer que permanece nele não peca; qualquer que peca não o viu nem o conheceu.

Quem comete o pecado é do diabo; porque o diabo peca desde o princípio. Para isto o Filho de Deus se manifestou: para desfazer as obras do diabo.

I João 3:8-9- Qualquer que é nascido de Deus não comete pecado; porque a sua semente permanece nele; e não pode pecar, porque é nascido de Deus.

Pois o crente deve orar até pelos seus inimigos (Mt 5.44; Sl 109.4) —, mas somente que não haverá certeza de uma resposta. Isso porque o Senhor respeita o livre-arbítrio (2 Cr 15.2; 26.5; 1 Sm 2.30).

Vale ressaltar que qualquer pecado, mesmo perdoado, não nos exime dos seus maus efeitos, das suas consequências; do seu castigo aqui (Sl 99.8; Nm 14.19-23). O perdão de Deus nos exime da condenação como filhos de Deus, porém o castigo aqui tem a ver com o nosso aprendizado espiritual; há crentes que só aprendem “apanhando”. E mais: o tempo não apaga, não desfaz o pecado.

Lembra-se da atitude do copeiro que teve o sonho interpretado por José? “Então, falou o copeiro-mor a Faraó, dizendo: Dos meus pecados me lembro hoje” (Gn 41.9).

Finalizo aqui, porém reconheço que é complexo.

A paz do Senhor Jesus!

Nonato Ferreira
Presidente Administrativo SDESD - Ministério do Jardim Florence - Campinas - SP
Nível Médio em Teologia pelo IBICAMP - Instituo Bíblico de Campinas
Graduando em Pastorado pela Faculdade Teológica Nacional

Publicações