Foto da noticia

O Poder de Uma Escolha

05 de Agosto de 2011
vanessabranco.1995@hotmail.com
Vanessa Branco


www.sadoutrina.org - Biblioteca Digital - Trabalhos

Todas as coisas me são licitas, mas nem todas me convêm. Todas as coisas me são licitas, mas nem todas edificam.

É com este conselho, que no capitulo 10 de I aos Coríntios, Apóstolo Paulo nos mostra o nosso poder de escolha.

Para seguir com o curso de nossa vida, não basta simplesmente acordar pela manhã e observar os minutos se passarem. Nada acontecerá assim. Para haver realmente vida, dependerá de fatos e decisões. É nesse ponto que entra a necessidade de avaliar os acontecimentos e colocar em ação aquele que acredito ser o mais forte verbo existente na vida humana: escolher.

Por isso pergunto: uma escolha pode mudar essa vida?

É claro que nós cristãos não podemos nos esquecer que o significado da palavra Vida é muito mais amplo do que simplesmente passar um determinado tempo aqui no mundo. Mas serão as suas atitudes que determinarão como será a sua vida aqui, e mais ainda, sua vida no futuro.

Um bom exemplo disso, Jesus nos deixou no capitulo 25 de Mateus utilizando a seguinte parábola:“O Reino do céu é semelhante a 10 virgens que pegaram suas lâmpadas e saíram ao encontro do Esposo. Cinco dessas virgens eram prudentes e cinco loucas. As virgens prudentes pegaram o azeite junto com suas lâmpadas, coisa que as loucas não fizeram.

Aconteceu que o Esposo tardou, e as virgens dormiram. Mas a meia noite ouviu-se um clamor: o Esposo se aproximava! Elas pegaram suas lâmpadas. E sabem o que havia acontecido? As lâmpadas das virgens loucas havia se apagado, e por isso elas pediram um pouco do azeite às prudentes. Essas responderam que não poderia dar o azeite, pois desse modo faltaria para todas. E que elas deveriam ir aos vendedores e comprar. As loucas foram. Imaginem quem chegou nessa hora! Sim, o Esposo.

As virgens prudentes entraram com ele para a festa. E quando as loucas chegaram, bateram à porta.

E do Esposo ouviram ali a pior resposta que poderiam esperar: não vos conheço.”

Observemos agora as 10 virgens: 10 pessoas iguais, conhecedoras e que buscavam um único objetivo: o Esposo. Porém, com a demora do Esposo, cinco dessas (as loucas) pessoas se descuidaram. O Esposo chegou, e não foi possível pegar um pouco do azeite emprestado das outras 05 pessoas.

E o que aconteceu depois?! Foram rejeitadas. Nós cristãos não devemos esquecer de que Jesus virá. Acontece que pensamos tanto na vinda universal de Jesus Cristo que muitas vezes não nos lembramos da vinda individual. A qualquer momento o Esposo pode chegar pra você, e é por esse motivo que se deve andar sempre preparado.

Isso nos leva a fazer uma reflexão: estamos nós, produzindo um azeite de qualidade? Ou estamos nós achando, que só por vivermos em conjunto, nos isentamos de compromissos assumidos individualmente?

Não. Não nos isentamos.

Pois, assim como os compromissos são individuais, o cumprimento deles também é. Afinal, você pode escolher entre se dedicar a Deus, com seu próprio amor e comprometimento, ou se deixar levar pela vontade da sua carne.

Deus construiu uma cidade maravilhosa, e Jesus morreu na cruz para te dar o direito de ir morar nela.  É de importância ímpar trazermos em nossos corações que a salvação é individual, que nós não seremos bem aventurados só por vivermos com pessoas obedientes,  e nessa parábola ficou bem claro a condição de que assim como não participamos de pecados alheios, também não seremos galardoados por esforços alheios.

No tempo dos reis, construíram o templo em Jerusalém, como um lugar que Deus visitava o seu povo, e o azeite usado em suas lâmpadas para mantê-lo contìnuamente iluminado era rigorosamente selecionado, não podendo haver nenhum vestígio de impureza, por se tratar daquele lugar tão especial na época.

E atualizando esse fato, teremos então uma situação idêntica, pois hoje Deus, através de Jesus Cristo, institui outros templos pra visitação, onde fala como no passado, exortando o seu povo a se manter irrepreensível, e pela graça de Deus a nós derramada através de Jesus Cristo, coube então o privilegio de sermos o templo de Deus, templo do Espírito Santo.

E como templos Dele, Ele quer que sejamos da máxima qualidade e nos deixou a forma de como alcançar essa qualidade: a Bíblia Sagrada. E para isso, devemos repreender a carne com seus ímpetos imperfeitos, trazendo sempre o nosso corpo em santidade, nos abdicando de algumas coisas deste mundo, para Deus sempre habitar em nossos corações. Mas, a opção de abdicar ou não, é sua.

Apostolo Paulo escreveu no capitulo 6 de l aos Coríntios que o nosso corpo não é para prostituição, mas para o Senhor, e o Senhor para o corpo. E que os nossos corpos são membros de Cristo e templo do Espírito Santo que habita em nós, provenientes de Deus, e afirmou ainda dizendo: “Vosso corpo não sois de vós mesmos, porque fostes comprado por bom preço, a preço do sangue do cordeiro imaculado, Senhor Jesus Cristo. Glorificai, pois a Deus no vosso corpo e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus.”

E então, uma escolha pode mudar uma vida?

Cada um, ao fazer a maior escolha de sua vida, foi alertado de que ela seria perpétua. E é por isso que o Apostolo Paulo deixou escrito no capitulo 15:58 de l aos Coríntios: “Sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor.”

Analise suas atitudes, suas escolhas, e pense: de que forma elas estão transformando e decidindo minha vida?

Lembre-se sempre que na vida não existem prêmios, na vida não existem castigos. Na vida existem apenas conseqüências.

Que a paz e o amor de Cristo reine nos corações de todos.

Publicações