Foto da noticia

O Poder da Oração

18 de Julho de 2016


Escrito por Benjamim Vieira Lopes - benjamim.vieiralopes@hotmail.com
sadoutrina.org - Biblioteca Digital - Trabalhos

De todas as armas que possuímos em Cristo Jesus, a ORAÇÃO é a mais presente. Não existe um número exato de vezes em que devemos orar no dia. Mas existiram homens na Bíblia Sagrada que faziam suas orações várias vezes ao longo do dia. 
 
Como Daniel, por exemplo, como vemos lá no Capítulo 6, versículo 10 do seu livro: Quando Daniel soube que o decreto tinha sido publicado, foi para casa, para o seu quarto, no andar de cima, onde as janelas davam para Jerusalém. Três vezes por dia ele se ajoelhava e orava, agradecendo ao seu Deus, como sempre costumava fazer.
 
Daniel não temeu mesmo com o decreto do Rei que proibia orações ao Senhor, e continuou sua rotina diária, orando a Deus três vezes ao dia, fitando as bandas de Jerusalém.  Existiram também outros homens, como Elias e Eliseu, que oravam constantemente a Deus.
 
E como não lembrarmos do Rei Ezequias?  Ao saber de sua terrível doença, ele orou a Deus, como vemos no Capítulo 20, versículos 01 ao 11 do livro de II Reis:
 
Naquele tempo Ezequias ficou doente, e quase morreu. O profeta Isaías, filho de Amoz, foi visitá-lo e lhe disse: "Assim diz o Senhor: Ponha em ordem a sua casa, pois você vai morrer; não se recuperará". Ezequias virou o rosto para a parede e orou ao Senhor: "Lembra-te, Senhor, como tenho te servido com fidelidade e com devoção sincera. Tenho feito o que tu aprovas". E Ezequias chorou amargamente. Antes de Isaías deixar o pátio intermediário, a palavra do Senhor veio a ele: "Volte e diga a Ezequias, líder do meu povo: ‘Assim diz o Senhor, Deus de Davi, seu predecessor: Ouvi sua oração e vi suas lágrimas; eu o curarei. Daqui a três dias você subirá ao templo do Senhor. Acrescentarei quinze anos à sua vida. E livrarei você e esta cidade das mãos do rei da Assíria. Defenderei esta cidade por causa de mim mesmo e do meu servo Davi’.
 
Encontramos ainda no antigo testamento o Rei Davi, que era um profeta de muitas orações, como vemos nos seus maravilhosos Salmos. Ele também costumava orar várias vezes ao dia, como nos mostra o 55 Salmos, versículos 16 e 17: Eu, porém, clamo a Deus, e o Senhor me salvará. À tarde, pela manhã e ao meio-dia faço as minhas queixas e lamentos e o Senhor ouve a minha voz.
 
Hoje, no tempo presente, nos aproximamos de Deus através das nossas orações. Jesus Cristo, o filho de Deus, teve uma vida de oração e, além de ensinar os seus discípulos e a nós a ORAR, ele também nos ensinou a não perder a esperança e a nunca esmorecer.   Jesus passou quarenta dias no deserto, em jejum e oração, se preparando para sua grande missão, como vemos em Mateus, Capítulo 4: Então Jesus foi levado pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo diabo. Depois de jejuar quarenta dias e quarenta noites, teve fome.
E ao orientar seus discípulos, Jesus também destacou a importância da oração, como vemos na parábola do Juiz iniquo no capítulo 18 de Lucas, versículos 1 ao 8:
 
Então Jesus contou aos seus discípulos uma parábola, para mostrar-lhes que eles deviam orar sempre e nunca desanimar. Ele disse: "Em certa cidade havia um juiz que não temia a Deus nem se importava com os homens. E havia naquela cidade uma viúva que se dirigia continuamente a ele, suplicando-lhe: ‘Faze-me justiça contra o meu adversário’. Por algum tempo ele se recusou. Mas finalmente disse a si mesmo: ‘Embora eu não temo a Deus e nem me importe com os homens, esta viúva está me aborrecendo; vou fazer-lhe justiça para que ela não venha me importunar’. E o Senhor continuou: "Ouçam o que diz o juiz injusto. Acaso Deus não fará justiça aos seus escolhidos, que clamam a ele dia e noite? Continuará fazendo-os esperar? Eu lhes digo: Ele lhes fará justiça, e depressa. Contudo, quando o Filho do homem vier, encontrará fé na terra?"
 
Podemos também dizer que a oração possui NOME e SOBRENOME.
No capítulo 26, versículos 41 de Mateus, Jesus Cristo disse aos seus apóstolos: ORAI E VIGIAI para que não entreis em tentação; o  espírito, na verdade, está pronto, mas a carne é fraca. No capítulo 5, versículo 17 de Tessalonicenses, Apóstolo Paulo também nos orienta dizendo: ORAI SEM CESSAR. E, finalmente no Capítulo 5, versículo 15,  Tiago complementa falando: E a ORAÇÃO DA FÉ salvará o enfermo, e o Senhor o levantará; e se  houver cometido pecado, ser-lhe-á perdoado.
 
Nas nossas orações devemos nos atentar para um conselho muito valioso que nos transmite o apóstolo Paulo no capítulo 4, versículo 6 de Filipenses:  “Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus.”
Assim, é comum nomearmos nossa oração, chamando-a de ORAÇÃO DA FÉ, instrumento de grande poder em todos os momentos de nossa vida, mas que exige unicamente que acreditemos, tendo FÉ, como nos recomendou Jesus: E tudo o que pedirem em oração, se crerem, vocês receberão". Mateus 21:22
 
Toda vez que formos tomar alguma decisão importante em nossa vida, seja qual for, devemos sempre buscar a Deus em oração. Pois Jesus Cristo também agiu assim. Quando estava para convocar os 12 apóstolos ele passou a noite orando a Deus, como vemos no Capítulo 6 de Lucas: Num daqueles dias, Jesus saiu para o monte a fim de orar, e passou a noite orando a Deus. Ao amanhecer, chamou seus discípulos e escolheu doze deles, a quem também designou como apóstolos.
 
Por isso Jesus nos assegura dizendo: E eu digo a vós: Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei, e abrir-se-vos-á; Porque qualquer que pede recebe; e quem busca acha; e a quem bate a porta abrir-se-lhe-á. Lucas 11:9,10
 
 
Finalizando, Jesus Cristo disse no capítulo 06 de Mateus, versículo 6: Mas quando você orar, vá para seu quarto, feche a porta e ore a seu Pai, que está no secreto. Então seu Pai, que vê no secreto, o recompensará.
 
Irmãos, mais que um lugar na casa, a oração deve ocupar um lugar no nosso coração.
A paz de Deus reina e permaneça no coração de todos. AMÉM
 
BENJAMIM VIEIRA LOPES
Julho de 2016
Atualizado em ( 15-Jul-2016 )

Publicações