Não Somos do Mundo

02 de Agosto de 2016


Escrito por Reunião de Jovens - Min.Jd.S. Cristóvão   
20-Jul-2008
www.sadoutrina.org - Biblioteca Digital - Trabalhos

Por: Édina Macedo, Ananias Silva e Eliana Lucas – Campinas. Esta proposta de trabalho é direcionada aos Jovens Solteiros e foi enviada como sugestão aos organizadores do IX Encontro Nacional sediado por Dracena. O trabalho está descrito na forma original de sua apresentação. Todas as participações desta palestra, inclusive do público, deverão ser feitas por Jovens solteiros, exceto os irmãos que exercem funções no Ministério, caso sejam necessárias.

Voz Oculta: Neste momento daremos início aos trabalhos voltados para os Jovens Solteiros, contamos com a atenção e silêncio para que todos tenhamos um bom aproveitamento.
OBS.: Desde o início, um banner deverá ficar pendurado e fechado no palco com a frase: “Há Vagas!” . Um outro banner deverá ficar exposto com o tema do trabalho: “Não Somos do Mundo” – Tema – Jovens Solteiros.
Orador Presente (________________________)
Saudação – Esperamos que os próximos minutos em que aqui estivermos sejam os mais agradáveis possíveis, e que possamos ter um ganho de informação capaz de nos ajudar a pensar cada vez mais em nossa conduta, a fim de ampliar nossa espiritualidade. Nestes próximos instantes, trataremos de assuntos diretamente ligados à juventude, e que é de suma importância para o esclarecimento e aperfeiçoamento dos jovens de nossa comunidade cristã. Sintam-se em casa e estejam à vontade para participar! Convido então nosso irmão (Palestrante1) que estará conosco nos próximos minutos, que Deus os abençoe!
Palestrante 1 (____________________________)
(Saudação) Não somos do mundo (apontar para o tema no banner), este é nosso tema, talvez você já tenha feito a seguinte pergunta: Por que não posso gostar das coisas do mundo?  Quer saber a resposta? Então, faça outra pergunta: Por que o mundo não gosta das coisas de Deus? Porque ele se opõe a Deus, ao seu reino e a sua justiça, então você como crente não pertence a ele, embora ainda viva na terra, por isso não é fácil ser crente neste mundo. Mas como vou distanciar-me do mundo? Ora, aproximando-se mais de Deus.
 
A partir de agora, eu gostaria de convidar a todos a imaginarem um Dia de Batismo...(pequena pausa)Imaginaram??
 
Agora, façam de conta que este dia de batismo imaginado, foi o seu Batismo. ? (apontar para o público)
 
Neste dia houve uma identificação espiritual profunda, entre você e Cristo, foi a sua crucificação com Cristo (apontar novamente para o público) e há um preço para estar crucificado com Cristo. Jesus nos mostra qual é este preço, identifique-os:
 
Microfone 1 (___________________________). Neste momento deverá percorrer a platéia rapidamente com 3 opções de preço escritas em 3 papéis dobrados dentro de um “potinho”, escolhendo aleatoriamente três participantes para lerem as opções que tirarem do “potinho” consecutivamente.
 
As opções são as seguintes:
 
Isolar-se completamente do mundo;
 
Tomar cada dia a sua cruz;
 
2 milhões de dólares.
 
Opção Correta: “Tomar cada dia a sua cruz” .
 
Palestrante 1 (______________________________)
 
Atento às respostas, o palestrante deverá conduzir os jovens escolhidos para lerem as opções que tem em mãos, fazendo a seguinte pergunta para os três participantes:
 
Pergunta: Qual o seu preço? O preço é este que está na sua mão? Então qual é o preço correto?
 
A pergunta sobre qual é o preço correto, deverá ser feita inicialmente para as duas pessoas que estiverem com as opções erradas e por último para quem estiver com a resposta certa.
 
Realmente irmãos, a opção de “tomar cada dia a sua cruz” é a correta, vejamos:
 
- Este é um preço espiritual, portanto não são 2 milhões de dólares;
 
- Isolar-se do mundo por completo é impossível, pois vivemos nele.
 
Diante desta resposta, concluímos que: Não é somente crer no evangelho, mas também assumir o compromisso de seguir a Cristo com dedicação ao seu Ministério.
 
Timóteo, grande ministro de DEUS, recebeu de Paulo uma linda mensagem passando-lhe segurança e mostrando a grande capacidade que há naquele que busca o aperfeiçoamento no ministério. ?(Fazer um gesto de atenção ao que será dito em seguida).
 

 Microfone 2 (_____________________) Neste momento o auxiliar deverá levar o microfone até o convidado pré-avisado e posicionado mais a frente do público o qual deverá falar o seguinte versículo
 
Convidado (____________________)
 
“Não desprezes o dom que há em ti, o qual te foi dado por profecia, com a imposição das mãos do presbítero. Medita estas coisas: ocupa-te nelas, para que o teu aproveitamento seja manifesto a todos.” I Timóteo 4:14-15.
 
Palestrante 1 (____________________)
 
Saiba que essa capacidade está em cada um de nós, vamos despertá-la, nos entregando com mais dedicação.
 
Quando falamos em seguir a Cristo com dedicação ao seu ministério, nos vem em mente uma reflexão - Sou Jovem, parte do corpo de Cristo, mas eis a questão: QUE FUNÇÃO EXERCER?
 
Microfone 1 (___________________________) Neste momento este jovem deverá ter subido ao palco e soltar / abrir o banner  com os dizeres: “Há Vagas”.
 
Palestrante 1 (_________________________)
 
Jovens, talvez até hoje você ainda não tenha feito esta pergunta a você mesmo; se não fez, este é o momento.
 
(o palestrante voltado para o banner do palco, comenta):
 
Bom... HÁ VAGAS!  É tão difícil encontrar esta frase exposta nos dias de hoje, mas aqui em nosso meio, como vocês já viram, Há Vagas! ?(apontar para o banner) Porque nós não estamos tratando de algo material e sim, espiritual. Vejam só:
 
Microfone 2 (___________________________) Deverá ter deixado em fila pronto para subir ao palco neste momento, alguns representantes de algumas cidades que exercem funções específicas no ministério: Apascentador, Presidentes de Reunião de Jovens/Crianças e Moças ou Mulheres, Pregadores, Tesoureiros, Secretários e Zeladores.
 
Palestrante 1 (______________________________)
 
Já com os representantes no palco, o palestrante deverá prosseguir, perguntando a cada um deles:
 
- Qual a sua função e sua cidade? Ainda há vagas em sua cidade?
 
Agradeça a participação dos convidados, prestando uma pequena Homenagem:
 
 
Convidado (__________________)
 
?Neste momento um(uma) convidado(a) previamente agendado (a) deverá levantar-se do público e seguir em direção ao palco, falando o seguinte versículo:
 
“O Senhor te ouça no dia da angústia: o nome do Deus de Jacó te proteja.
 
Envie-te socorro desde o seu santuário, e te sustenha desde Sião. Lembre-se de todas as tuas ofertas, e aceite os teus holocaustos. Conceda-te conforme ao teu coração, e cumpra todo o teu desígnio. Nós nos alegraremos pela tua salvação, e em nome do nosso Deus arvoraremos pendões; satisfaça o Senhor todas as tuas petições.”Salmos 20:1-5”
 
Palestrante (____________________)
 
Eu gostaria de agradecer a participação de vocês e fazer uma outra pergunta aos jovens aqui presentes: QUAIS SÃO OS JOVENS SOLTEIROS QUE DESENVOLVEM ESTAS OU OUTRAS FUNÇÕES EM SUAS CIDADES? POR FAVOR, COLOQUEM-SE EM PÉ. Agradecemos a dedicação e participação de todos vocês, que Deus os abençoe.
 
Agora eu tenho uma curiosidade e vejo aqui até mesmo a oportunidade de uma rápida pesquisa: Alguém tem o desejo em seu coração de ocupar alguma função dentro do ministério, de repente até mesmo aquele que te chama atenção. 
 
Eu gostaria que meus auxiliares estivessem cada um aproximando-se de dois desses jovens que estão em pé, pois eu tenho uma pergunta para fazer a eles.
 
Pergunta do Palestrante: - Seu nome? Sua Cidade? Qual é a função que você almeja e por que? 
 
Nós percebemos que há um bom número, mas nosso desejo é que existisse um número de jovens ainda maior ou até mesmo que todos se levantassem, porque este é o desejo do Senhor.
 
Bem... Todos vocês que demonstraram essa vontade, almejam algo precioso e uma excelente obra. É da vontade de Deus que este número duplique e triplique, porque assim a doutrina do Senhor estará sempre provida de Atalaias da palavra da vida.
 
Jovens, como exemplos de vitória por terem sido atalaias, para mostrar o grande prêmio do Senhor e que a dedicação e o zelo pelo ministério devem começar nesta fase de vida, ou seja, na juventude, lembramos agora de três grandes nomes da Doutrina, que começaram cedo:
 
Irmão João Mena aqui de Dracena / SP – Exemplo de serviço ao Senhor, iniciando aos ......... anos de idade;
 
Irmão Zé Batom da cidade de Dourados / MS – Grande pregador , iniciando aos ........anos de idade;
 
Irmão Joaquim Pereira da cidade de Campinas / SP – Apascentador de grande capacidade, iniciando aos 21 anos de idade.
 
À eles, prestamos nossa homenagem por tudo que fizeram pela Doutrina, pois já não estão mais em carne, mas receberam o grande prêmio do Senhor, ao final de sua trajetória.
 
(Sugestão: brincadeira com o Jobe de Dracena)
 
Tá certo que esta trajetória, por algumas vezes nos faz perder alguns fios de cabelo, olha o irmão Jobe, por exemplo, deve ter começado muito cedo.
 
 
Jovens, mas como estávamos falando, estes três irmãos partiram e com o passar dos anos, outros partirão, uns mais cedo – outros mais tarde, e estas vagas terão que ser preenchidas; e isto, depende de mim, de você, de todos nós...Diante disto, eu convido a todos para uma reflexão:
 
Estou me capacitando para vir a preencher uma destas vagas? (Apontar para o banner)
 
Jovens, dê uma resposta positiva para esta pergunta, busque o aperfeiçoamento, capacitem-se, os lugares pra este aperfeiçoamento estão disponíveis à sua frente, como por exemplo, as reuniões, as igrejas, conversem mais com o apascentador de sua região, busque um contato mais freqüente com esses irmãos, porque eles são fonte de informações preciosas para o crescimento espiritual. Se em sua cidade ainda não existem reuniões, que tal ser VOCÊ o fundador, dando o pontapé inicial, Deus espera isso e muito mais de você. Por fim, conversem, conversem muito com Deus, ele será sua fortaleza e a chave que abrirá a porta para seu futuro promissor dentro da Doutrina. Faça a grande diferença que Deus espera de você!
 
Uma Mensagem do irmão Antonio de Oliveira ( por Douglas):
 
Ë muito bom todos serem zelosos, 
Mas sempre do bem, 
Porque o assunto que foi abordado,
Importância tem,
Vós deve ouvir e também guardar,
Para ser alguém, 
Alguém que faz diferença pra Deus, 
Que obedece os ensinos seus,
Para sempre Amém.
 
 
Orador Presente (_____________________)
 
Irmãos, acabamos de ouvir esta belíssima mensagem de hino, bem como a palestra que nos alertaram quanto a importância de sermos zelosos para com as coisas espirituais.
 
Extraímos também desta palestra a necessidade de agir, pensar e andar como uma pessoa espiritual, porém foi dito no trabalho que isolar-se do mundo por completo é impossível. Então, temos que descobrir a melhor forma de convivermos com ele, sem que esta convivência venha interferir ou prejudicar a nossa vida espiritual. Eis aí o nosso próximo assunto, com o irmão
 
(Palestrante 2)
 
OBS.: Simultaneamente a entrada do segundo palestrante, o(a)
 
microfone 1 (___________________) deverá abrir o segundo banner no palco com a frase: “AS AMIZADES”
 
Palestrante 2 (________________________)
 
(Saudação) Antes de iniciar este tema, eu queria definir a todos o que é Juventude:
Juventude é tempo das descobertas, da transição, das decepções, da diversão, das festas e amizades e de ter sempre razão. É tempo das dúvidas, das escolhas e decisões. O mundo oferece aos jovens muitas vaidades e ilusões que levam a contaminação, é preciso estar atento, pois o risco de desviar por um caminho sem volta é bastante grande, principalmente quando não sabemos escolher nossas amizades. Vejamos o que nos instrui o apóstolo.
 
(versículo a ser dito por um participante pré-programado)  “Não vos enganeis: as más conversações corrompem os bons costumes” I Corintios 15:33
 
Em muitos casos as más conversações são conseqüência de uma má amizade, mas será que estamos sabendo distinguir entre a boa e má amizade? Quando percebemos que uma amizade está nos afastando do serviço espiritual, afaste-se você dela, porque esta é uma má amizade. Por outro lado, aquela que respeita seu conceito religioso não censurando suas atitudes voltadas para a obediência da palavra, aproxime-se dela, porque esta será para ti uma boa amizade. Veja, estamos falando de amizades não crentes, uma vez que dentro da religião somos todos irmãos.
 
 Então, nos perguntamos: Será que os jovens crentes precisam envolver-se com amizades não crentes?
 
Para respondermos isto, convidamos 6 jovens voluntários para participarem de uma dinâmica aqui no palco.
 
1º Questionário
 
Primeira pergunta à todos:
Vocês tem um amigo não crente que você o considera muito?
 
Perguntas direcionadas individualmente:
 
Você já falou sobre esportes com este amigo? 
Você já falou sobre carro?
Você já falou sobre estudo / trabalho?
Você já falou sobre namorados(as)?
Você já falou sobre o aumento do dólar? A alta do combustível?
Você já falou sobre as novidades da moda? (pergunta específica para uma jovem)
 
E agora, uma pergunta para todos:
 
Qual de vocês já falou sobre a Sã Doutrina Espiritual do Sétimo Dia com este mesmo amigo?
 
OBS.: Caso haja respostas positivas, perguntar se houve um assunto específico e qual foi?
 
(ouvir breves comentários, com no máximo um minuto para cada jovem)
 
2º Questionário
 
Palestrante 2 (______________________)
 
Dando continuidade a estas questões, quero ainda perguntar a vocês :
 
Quantas vezes você recebeu um convite para uma festa, um passeio, ou qualquer outra atividade por parte deste amigo?
 
(aguardar as respostas)
 
E você? Já o convidou para ir a sua igreja, ir a uma reunião de jovens, enfim para conhecer sua doutrina? Sim ou Não?
 
 
Dos que estão aqui, alguém já presenciou algum caso que através de um convite como este, resultou em uma conversão? Se sim, esta pessoa permanece até hoje?
 
Sugestão: Se possível achar uma pessoa que tenha sido convertida desta maneira, para que a mesma faça um breve comentário da importância que isto teve em sua vida.
 
Palestrante 2 (_______________)
 
Agradeço a todos que participaram, desejando que tornem-se cada vez mais multiplicadores do excelente convite que Cristo nos faz.
 
Sugestão: Presentear àqueles que já fizeram este convite, com uma lembrança do Encontro.
Palestrante 2 (_________________)
A freqüência com que você é convidado para participar das coisas deste mundo é muito mais intensa do que a que você convida para participar das coisas de DEUS. Observamos também que os jovens devem procurar conversar mais tempo com seu amigo lá de fora sobre sua religião, porque quem sabe esta pessoa não seja um futuro membro da nossa Sã Doutrina. Portanto, voltando à questão anterior concluímos que: Não é uma necessidade o jovem ter amizades não crente, mas isolar-se por completo é impossível, agora; é fundamental que você saiba escolher e deixar claro a esta pessoa o seu seguimento religioso, e se por ventura houver o interesse por parte dela não perca a oportunidade de colhê-la, a final, como observamos no trabalho das criancinhas, SOMOS SEMEADORES!
Uma mensagem do irmão “Inácio de Oliveira” (Inacinho,  por Marcos Cesar)
Diz a palavra,
Que um amigo é um tesouro,
Mais precioso que o ouro,
É o diamante lapidado,
Aqui na matéria eu tive muitos amigos,
Que conviveram comigo,
Neste mundo do pecado,
Os irmãos de crença,
Mais do que amigos eram,
Verdadeira parentela,
Do meu peito estimado,
Eu também tinha,
Muitos amigos no mundo,
Mas nunca deixei de dar o bom testemunho,
Mostrando que eu pertencia ao meu amado,
Não misturava,
As amizades do senhor,
Com as do mundo enganador,
Eu sempre tive este cuidado.
Palestrante 3 (____________________)
 
Jovens, poderíamos ficar aqui falando durante horas neste assunto, mas creio que com esta mensagem de hino, o Senhor Deus nos deixa bem claro a sua vontade em nossa vida, no que diz respeito as amizades no mundo, ou seja, jamais deixar que elas interfiram em nossa vida espiritual.
 
Convidamos vocês a ouvirem atentamente alguns conselhos referentes a este assunto:
 
?OBS.: Escolher jovens antecipadamente de modo que eles possam falar estes conselhos já decorados.
 
1º Conselho (_____________________) Microfone 1
 
Tenham conversas divertidas com seu amigo, porém se elas partirem para assuntos que contradizem sua fé, não dê corda, considere o assunto encerrado. Lembre-se sempre que da vossa boca não deve sair nenhuma palavra torpe, mas só a que for boa para edificação.
 
2º Conselho (_____________________) Microfone 2
 
Rejeite os convites que o levem a desobediência ao Senhor. Exemplo: Festas em que há bebedeiras, danças, jogos de sorte ou azar e outros. Paulo nos disse: “Não comuniqueis com as obras infrutuosas das trevas, mas antes as condenai”.
 
3º Conselho (_____________________) Microfone 1
 
Se tiver que pedir conselhos para sua vida procure seu pai, sua mãe, ou irmãos da fé, porque nem sempre o que é bom para seu amigo, é bom para você. Lembre-se da bíblia que nos diz: “Ninguém vos engane com palavras vãs”.
 
 
 
4º Conselho (_____________________) Microfone 2                                    
 
Não tente imitar seu amigo não crente com relação a vestuário: cabelos, ornamentos em geral, só porque ele diz que é a última tendência da moda. Sede pois imitadores de Deus como filhos amados.
 
5º Conselho (_____________________) Microfone 1
 
Lembre-se  sempre do bem precioso que está em suas mãos, não deixe que ele seja blasfemado por atitudes errôneas; para os que estão de fora, numa roda de amigos você e suas atitudes serão sempre observadas.
 
6º Conselho (_____________________) Microfone 2
 
Enfim, foge dos desejos da mocidade e lembre-se: por mais que você considere um amigo não crente, e ele seja um grande e bom amigo, o verdadeiro será sempre JESUS CRISTO (Ele morreu por você).
 
 
 
Palestrante 3 (_____________________)
 
Concluímos assim este tema e esperamos que isto que foi dito seja aplicado na vida de cada um, dos jovens que aqui estão, para que todos nós tenhamos sempre uma boa convivência para com os que estão de fora. Partiremos para última mensagem dirigida aos jovens presentes neste encontro.
 
 
Poderíamos neste encontro falar com você jovem, sobre vários temas atuais como: computadores, vícios, profissão e outros. Mas pensamos que isto não fortaleceria tanto quanto o que foi tratado, porque uma casa se edifica com uma base forte e este foi o nosso intento, o fortalecimento desta base que é você, Jovem. Apesar de serem apenas dois temas, ambos nos chamam para uma aproximação com Deus  e zelo pela sua doutrina. Gostaríamos que agora, todos prestassem atenção no que iremos mostrar aqui na frente:
 
?OBS.: Deverão ser cultivadas plantas da mesma qualidade alguns dias antes do encontro, porém cada plantinha com um tipo de zelo, conforme descrito abaixo. Deverá haver no mínimo 08 vasos de plantas, cada vaso conterá um estágio da plantinha. Tais vasos deverão percorrer a platéia nas mãos de 8 jovens.
 
Sugestão:
 
Escolher um vaso, plantar uma única plantinha e zelar observando os dias de evolução da mesma, anotar essa evolução e quantos dias leva para ela produzir, ou seja:
 
-Quantos dias para germinar;
 
- Quantos dias para crescer e fases do crescimento;
 
- Quantos dias para aflorar;
 
- Quantos dias para produzir.
 
Com todas estas anotações em mãos, observar o tempo de evolução (dias), e próximo a data do encontro começar plantar nos oito vasos gradativamente, considerando o período necessário para que até o encontro, tal plantinha esteja no estágio correto a ser representado; sendo que, 4 representará o estágio até dar frutos e as outras 4, não chegarão a dar frutos.
 
Objetivo Principal: Demonstrar o zelo pela Doutrina.
 
Palestrante 3 (________________________)
 
Convidar dois jovens para que eles descrevam os estágios e o porquê de uma ter produzido e outra não.
 
Após a resposta, o palestrante deverá concluir:
 
Jovem, esta planta é comparada a DOUTRINA. Ela foi plantada ainda semente em seu coração, hoje tornou-se planta e converteu-se em você.  VOCÊ é a planta e a doutrina, se zelarmos dela por apenas um tempo (mostrar as fases da planta morta)  acontecerá assim: ela nasce, cresce, mas por falta de zelo ela morre, porém se zelar desta planta, da doutrina que é nossa própria vida, assim como ela nasceu, ela crescerá forte e produzirá, por isso cuide de você, seja árvore frutífera, produza frutos de maneira que sirva para outros.  (Pedir para que os dois jovens peguem frutos na plantinha)
 
Palestrante 3 (________________________) continua:
 
Observaram? A árvore produtiva, outros saciam sua fome nela, estes são os que dedicam no ministério de Deus, tanto nos trabalhos espirituais, como nos ensinamentos, por isso é importante almejar funções, lembrem-se: HÁ VAGAS! Por fim, por esta planta ter produzido, ter saciado a fome de muitos, o Senhor daquela planta vem, olha ? (o palestrante deve aproximar-se da planta) e alegra-se com ela, vê que ela muito produziu, sendo assim, a recolhe e põe num lugar de honra.  (o palestrante deverá pegar a planta frutífera e colocá-la em um lugar de destaque, o qual já deverá estar preparado)
 
Fala Final do Palestrante 3 (___________________________)
 
Sejam todos árvores frutíferas ao Senhor.
 
A PAZ DE DEUS SEJA COM TODOS!
 
AMÉM.
 

Atualizado em ( 19-Jun-2011 )

Publicações