Foto da noticia

Cornélio é o Primogênito dos Gentios Convertidos

01 de Agosto de 2016


Escrito por Marcos César de Miguel   
07-Jan-2013
sadoutrina.org - Biblioteca Digital - Trabalhos
 - macemi@ig.com.br

Leitura do texto: Atos dos Apóstolos 10
A nossa vida é monótona, entra ano, sai ano, entram meses saem meses sem acontecer nada de muito importante, vez por outra acontece alguma coisa na nossa vida que marca. Na historia da humanidade, entra séculos e sai séculos sem acontecer algo de muito importante, uma vez ou outra acontece algo que é significante, veja a história de Israel; entre José do Egito e Moisés passaram 400 anos sem haver um grande acontecimento, as pessoas nasciam cresciam e morriam, nasciam, cresciam, morriam e isso era um ciclo em suas vidas, quatrocentos anos escravos sem acontecer nada de especial, até que Deus levantou Moises para libertar o povo, aquele foi um dia marcante na história.
 
Entre a última pagina do antigo testamento e a primeira pagina do novo testamento passaram-se trezentos anos sem nada acontecer, nem um fato importante que fosse digno de que alguém escrevesse uma página nenhum nome importante, nenhum rei marcante, nenhum nome famoso que pudesse ser escrito, trezentos anos apagados na história até que nasceu Jesus Cristo. Vez por outra acontece algo na historia da humanidade que é marcante. O dia do nascimento de Cristo foi um desses dias que mudou a historia da humanidade, não somente na historia dos judeus, mas na historia do mundo, porque esse dia marcou o inicio do cristianismo na esfera global.
 
O nascimento de Jesus foi marcante para os judeus, tão marcante que Flavio Josefo que foi um historiador judeu e que não cria em Jesus como seu salvador pessoal chegou a citar em seu livro “A historia dos Judeus” um texto onde ele destaca que Jesus foi um profeta que fazia muitas curas e maravilhas, mas os Judeus não o receberam e o crucificaram. A partir do dia do batismo de Cornélio, Jesus passou a ser patrimônio da humanidade, pois o Senhor abriu as comportas do céu para o povo gentil, e se hoje estamos realizando um batismo em nome do Senhor Jesus Cristo devemos a esse grande acontecimento daquele dia do batismo de Cornélio.
 
Este dia foi o cumprimento da profecia, quando Deus disse a Abraão que em ti serão benditas todas as nações da terra e não somente a nação judaica. Hoje o cristianismo é pregado em todo o mundo, inclusive em nações extremamente fechadas que só admitem suas religiões oficiais.
 
A conversão de Cornélio foi estratégica; o primeiro gentil convertido ao cristianismo. O que podemos observar na sua conversão? Quem era Cornélio? Vamos ao capítulo 10 de Atos.
 
Primeiro – era um centurião – Chefe de cem homens do exercito romano, e aqui fica uma meditação; o que faz um exército? Eu não conheço outra função de um exército que não seja guerrear. E o que faz um soldado em uma guerra que não seja destruir o exército inimigo matando-o?
 
Os homens liderados por Cornélio só levavam morte por onde eles passavam e Cornélio era o chefe deles. Era Cornélio quem mandava matar e destruir. Para ser o primeiro cristão convertido Deus poderia pegar uma pessoa simples, humilde que não tivesse tantas mortes nas costas como Cornélio, mas ele preferiu escolher um homem que tinha as mãos sujas de sangue, pois a guerra antigamente era no  corpo a corpo, lutava-se com espadas e cada vez que a espada entrava no inimigo as mãos dos soldados manchavam de sangue. Este foi o primeiro gentil convertido.
 
Outro fato estratégico na sua conversão é quem foi batizar Cornélio. Não foi nenhum dos outros apóstolos e sim Pedro, o pastor da igreja, o chefe, o apascentador, ninguém poderia contestar a palavra do líder da igreja.
 
Outra coisa que é notória é a resistência de Pedro, pois Pedro e Cornélio viviam em pontos extremos da sociedade, Cornélio o dominador e Pedro o dominado, daí vem a pergunta:
 
Será que Pedro gostava de Cornélio?
 
Eu imagino que Pedro teve o mesmo sentimento de Jonas quando Deus mandou ele pregar aos ninivitas e ele queria que Deus destruísse-os por se tratar de seus inimigos. Pedro teve resistência em pregar pois Cornélio era o seu opressor. Como podemos saber que ele resistiu?
 
No versículo 17 ele duvidou da visão, e o Senhor precisou mostrar a visão por três vezes e assim mesmo ele desceu duvidando da mesma.  Quando ele chegou na casa de Cornélio vejam a saudação dele no versículo 28;  E disse-lhes: Vós bem sabeis que não é lícito a um homem judeu ajuntar-se ou chegar-se a estrangeiros; mas Deus mostrou-me que a nenhum homem chame comum ou imundo. Em outras palavras ele quis dizer que sendo judeu  não podia se misturar com gentio, ou seja ele se sentia melhor, mais importante que Cornélio.
 
Podemos aprender algumas coisas com a conversão de Cornélio: A primeira é que Deus tem uma preocupação, e a grande preocupação de Deus é com as pessoas. Sou eu, é você que está ouvindo essas palavras. A preocupação de Deus nesse capítulo era com Cornélio.
 
Deus conhece todas as coisas, ele sabia tudo o que estava acontecendo dentro da casa de Cornélio, ele sabia tudo que estava acontecendo dentro da casa de Pedro e ele sabe tudo o que esta acontecendo dentro da minha e da tua casa, ele sabia tudo que estava acontecendo dentro da casa de Simão, Deus conhece seu povo pelo nome, e não somente pelo nome mas sabe também o seu sobrenome, veja no versículo 5 “Agora, pois, envia homens a Jope, e manda chamar a Simão, que tem por sobrenome Pedro.”  Deus não só conhecia Simão como ele também sabia qual era a sua profissão no versículo 6 “Este está com um certo Simão curtidor, que tem a sua casa junto do mar.” Ele conhecia as atividades de Simão assim como ele conhece as tuas também.
 
Deus também conhece nosso endereço, não adianta querermos nos esconder de Deus que ele está vigiando nossos passos por onde quer que formos, assim como ele conhecia o endereço de Simão que a sua casa estava junto ao mar, e Deus sabe inclusive com que intenção você esta na casa de alguém, pois ele sabia que Pedro estava na casa de Simão como hospede, Deus conhece tudo da nossa história, nada fica escondido dos olhos de Deus , "E não há coisa alguma encoberta diante dele; antes todas as coisas estão nuas e patentes aos olhos daquele com quem temos de tratar."  (Hebreus 4 : 13).
 
Tudo aquilo que esta se passando dentro da tua casa o Senhor está vendo. Ele esta vendo as lágrimas que uma mãe derrama pelo seu filho que está se envolvendo com drogas ou pela filha que saiu de casa e não sabe a que horas ela volta, o choro dos pais pelos filhos nas caladas da noite, quando você pensa que ninguém está vendo, ele esta vendo , e não só está vendo mas está se condoendo junto com você, quando seu coração fica apertado o coração dele se derrete.
 
Uma coisa que eu aprendi e tenho pregado sempre é que Deus não aguenta ver lágrimas sendo derramadas dos olhos de seus filhos. Lágrimas, Deus não resiste. Por causa de algumas lágrimas e uma oração comovida ele aumentou os dias de vida do rei Ezequias, portanto meu irmão e minha irmã, as tuas lágrimas Deus esta vendo e está com os ouvidos atentos as suas súplicas. Além de saber tudo sobre Simão e Pedro ele conhecia também tudo sobre Cornélio, ele sabia que Cornélio era piedoso, e piedoso aqui não é sinônimo de bondade, piedoso é o qualitativo de pio, ou seja, o antônimo de ímpio, então Deus sabia que Cornélio não era ímpio, outra coisa que Deus sabia é que ele não era politeísta, pois, como naquela época havia muitos deuses para serem adorados e ele era temente a Deus, a um único Deus, ele era monoteísta, como diz no versículo dois.
 
Deus sabia também que ele não era avarento, pois ele dava esmolas, ele distribuía seus bens com os pobres, ele conhecia a vida espiritual de Cornélio, pois ele ouvia as suas orações. Então, qual é a grande preocupação de Deus? A grande preocupação de Deus é com as pessoas, Deus se preocupa com gente, ele está vendo tudo que acontece na vida de todos.
 
Mas se Deus tem uma preocupação, ele também tem um problema, qual é o problema de Deus? O problema de Deus sou eu, é você, somos nós todos. Além de Cornélio, o grande problema de Deus no capítulo 10 de Atos era Pedro, pois ele teve que insistir muito com Pedro para que ele fosse até onde Cornélio estava e ainda assim ele foi contra a vontade, com o coração endurecido, preconceituoso, para que Pedro fosse até Cornélio Deus teve que romper a barreira do preconceito, veja o que ele disse a Cornélio no versículo 28 : “Vós bem sabeis que não é lícito a um homem judeu ajuntar-se ou chegar-se a estrangeiros.”
 
Se Deus não tivesse mostrado que Cornélio estava purificado, Pedro por si mesmo não iria pregar por causa do costume de não se ajuntar com gentios. Sabe quando nós somos um problema para Deus? Quando olhamos para a pessoa que está ao nosso lado e pensamos que somos melhores que ela, e existem muitas pessoas que tem esse hábito de se comparar com pessoas que ele considera menores que ele e a tal pessoa sente-se grande. Deus mostrou pra Pedro que ele não era melhor que Cornélio, mas Pedro pensava ser melhor sim e não podia se misturar com pessoas da estirpe dele.
 
O grande problema de Deus é o homem com seus preconceitos, na bíblia está repleto de exemplos: Em Jó o grande problema de Deus foi sua mulher e seus amigos, que não tinham a visão de Deus e achavam que a doença de Jó era proveniente do pecado. Sua mulher aconselhava Jó a abandonar à Deus e morrer.
 
Em Genesis o problema foi que o homem deu mais ouvido a satanás do que a voz de Deus. Em Êxodo foi que o povo não creu na palavra do Senhor e por isso ficaram quarenta anos peregrinando no deserto.
 
Em Jonas o problema foi o próprio Jonas, porque Deus queria que ele pregasse para que o povo se arrependesse e Jonas queria que Deus vingasse Israel matando os ninivitas.
 
Nos livros de Reis e Crônicas dos reis de Israel e Judá o problema é que a grande maioria dos reis que governaram o povo de Deus eram corrompidos e por isso Deus entregava o povo  nas mãos dos inimigos.
 
No Novo Testamento o grande problema de Deus era a própria igreja dele.Em Romanos são os judeus que se acomodaram na condição de judeus e não aceitaram viver uma vida de convertidos. Em Coríntios os cristãos se tornaram carnais, sensuais e precisavam de disciplina, eles eram  ímpios e lascivos , mesmos os novos convertidos negavam-se render ao evangelho de Cristo. Em Timóteo eram os crentes que andavam de casa em casa fazendo da piedade motivo de lucro. Em João são os crentes que perderam a dimensão do amor de Deus, e é por isso que João prega tanto sobre o amor fraternal. Em Apocalipse o problema é que das sete igrejas da Ásia, apenas uma foi considerada pura, as outras seis estavam contaminadas, as suas lideranças estavam mortas no pecado, então meus queridos o problema de Deus são os homens que não aceitam a liderança de Deus. Se nós deixássemos que Deus governasse a nossa vida segundo a sua vontade, o paraíso seria aqui na terra.
 
Para não sermos um problema para Deus existe uma lista inumerável, mas eu enumerei cinco itens que nós podemos seguir para amenizarmos o problema que ele tem em nós.
 
Primeiro: Nunca nos compararmos com pessoas inferiores a nós, porque o nosso habito é sempre nos compararmos com pessoas menos importante, inferiores a nós. Quando nos comparamos com alguém que tem um pecado de morte, por exemplo, temos a tendência de nos sentirmos justos, santos.
 
Quando nos comparamos com um mentiroso e nós não sendo mentirosos como ele, nos sentimos melhor que ele. Agora, quando acontece o contrario e nos comparamos com alguém que a nosso ver é mais santo que nós, ai nos sentimos pequenos, rebaixados, pecadores,  reconhecemos nossa real situação, por isso, pelo menos uma vez na vida, pense em uma pessoa que é melhor que você e se compare a ela e você verá que tem muito a melhorar ainda.
 
Quando nos comparamos, por melhores que sejamos sempre encontraremos alguém que seja mais inteligente que nós, alguém que seja mais simples que nós, alguém que seja mais culto que nós, alguém que seja mais competente que nós, ouviram Homens? Alguém que seja mais bonita que você, ouviram mulheres?
 
A segunda coisa é que nós somos salvos pela graça e não pelas obras, tem muitos irmãos que pensam que são salvos pelas obras que praticam e ai porque trabalharam muito pra Deus, guardaram mandamentos a vida toda se sente garboso, orgulhoso, sentem-se os donos da situação, embora as boas obras acompanham o crente nós não somos salvos por elas e sim pela graça, o homem pode ser aquele crente mesmo, sisudo, se Deus não tiver piedade dele todo trabalho que ele teve não será suficiente para o salvar.
 
Em Romanos 11:32 diz assim: Deus encerrou todo homem debaixo do pecado para dele ter misericórdia. Algumas pessoas não congregam com determinadas pessoas por elas serem pecadoras, mas se esquecem que se Deus não tiver misericórdia dele também irão ambos para o Ades, pois podemos não ter o pecado que o nosso irmão tem mas temos outros que podem ser até piores, e nós temos o hábito de cuidarmos da salvação do nosso irmão e nos esquecemos de cuidar da nossa própria salvação.
 
O terceiro item é que nós nunca podemos esquecer que nós não somos nada perante Deus, fama não é nada, sucesso passa. Eu tenho percebido que as pessoas que procuram fazer um trabalho simples na doutrina, humilde, sem arrogância, são esses que se destacam. Já aqueles que querem trabalhar com o objetivo de se promoverem na Igreja, esses não prosperam. Isso é bem notório com relação ao dom de cantor, quem começa a receber hino e tem preocupação dos seus hinos serem cantados e ele ser conhecido entre a irmandade, parece que Deus coloca uma barreira, ninguém canta o hino que irmão recebe.
 
Já o irmão que recebe o dom e tem a preocupação apenas em ser um vaso nas mãos de Deus esse, a irmandade canta os hinos que ele recebe. Isso porque Deus não trabalha no coração soberbo e sim no coração humilde. Faça o seu trabalho sabendo que o Senhor molda o seu vaso da forma que ele quiser, e o seu dom não é pra você ser famoso e fazer sucesso e sim pra servir de ferramenta nas mãos de Deus.
 
A quarta coisa que podemos fazer para não sermos um problema para Deus é nunca julgarmos as pessoas pela aparência. Existe um ditado que diz que a primeira impressão é a que fica, mas isso é errado, não deveria ser assim, o correto seria conhecermos a pessoa a fundo para dela termos uma impressão melhor. Quando vemos uma pessoa que prega o evangelho, oferece vigílias e jejuns a Deus, recebe cântico, tem dom de profecia e visões, pensamos que tal pessoa é muito crente, mas vai conviver com ela pra ver o que ela é de verdade.
 
Você só conhece uma pessoa quando passa a conviver com ela, ai as mascaras  muitas vezes caem por terra. O irmão Gastão Correia recebeu um cântico certa vez que dizia “Vos não tenha o ruim por muito ruim e nem o bom por muito bom.
 
Quinto item; nunca se deixe iludir pela riqueza, pois quem se deixa levar por ela se torna arrogante e a arrogância não combina com Deus; algumas pessoas conseguem lidar com ela sem problema nenhum, mas tem alguns que é só conseguir alguma coisa a mais, um carro mais novo, um aumento de alguns trocados no salário que já procura mostrar para os outros que esta subindo na vida, começa a olhar para o seu próximo com ar de superioridade, o dinheiro tem que ser nosso escravo e não o contrario.
 
A Bíblia diz que aqueles que usam deste mundo faça como se dele não abusassem  e apostolo Paulo disse em I Timóteo 6:17 "Manda aos ricos deste mundo que não sejam altivos, nem ponham a esperança na incerteza das riquezas, mas em Deus, que abundantemente nos dá todas as coisas para delas gozarmos;" quem tem dinheiro nunca deve se esquecer que um dia vai deixar tudo nesse mundo.
 
Se Deus tem um problema ele também tem uma mensagem e a mensagem de Deus é a do Cristo ressurreto; quando Pedro chegou para pregar não havia outra mensagem para ser discorrida senão a mensagem da cruz e ressurreição posterior no versículo 40. Qual a mensagem de Deus ao seu povo? A mensagem do Cristo que salva do versículo 41 ao 43 “que todos os que nele creem  receberão o perdão dos pecados pelo seu nome”, então o sangue de Jesus Cristo nos purifica de todos os pecados e é esta a mensagem de Deus para o seu povo.
 
Você sabe porque você esta aqui hoje? É porque Deus te perdoou os pecados de ontem, da semana passada, do ano passado, da sua vida e te chamou para ser membro do seu corpo.
 
         Se Deus tem uma mensagem, ele também tem um povo, quem é o povo de Deus? Apocalipse diz que o povo de Deus são aqueles que branquearam suas vestes no sangue do cordeiro, o povo de Deus sou eu, é você, é este que vai receber o selo de Cristo hoje, o povo de Deus está hoje espalhado por vários lugares do Brasil reunidos nesse mesmo horário ouvindo a mensagem da salvação. Porque esse é o povo de Deus? Porque ele resolveu se entregar ao seu salvador e embranqueceram suas vestes no sangue do nosso Senhor e salvador Jesus Cristo, nossas vestes estão alvas, brancas, puras.
 
No versículo 44 enquanto Pedro estava ainda falando com eles caiu o Espírito Santo sobre eles e os que haviam ido com Pedro maravilharam-se porque viram que os gentios receberam o dom do Espírito Santo, então Pedro abriu a sua boca e perguntou, o que impede que eles sejam batizados como nós? Nada impedia, pois até o Espírito Santo eles já haviam recebido então Pedro batizou todos os da casa de Cornélio e com aquele gesto batismal rompeu a parede que dividia gentios e Judeus, e foi exatamente por causa daquele gesto que hoje eu e você que está me ouvido ou lendo estas linhas estamos hoje meditando nas palavras do Senhor, A nação de Deus hoje não é mais só Israel, é Israel, mas é também o Brasil, é também a Argentina, a China e todos quantos aceitarem Jesus Cristo como seu salvador. 
 
Mensagem pregada em batismo na cidade de Tupã no dia 07/04/2012.
De seu irmão na fé:
Marcos César de Miguel

Atualizado em ( 07-Jan-2013 )

Publicações