O Tempo Voa

31 de Julho de 2016


Escrito por PAPE_JSD - Entrevista com Dayane Fernandes   
24-Aug-2008

O PAPE INFORMA Boletim Informativo das Atividades do Programa PAPE_JSD – nº. 03 - Maio de 2006. 
MENSAGEM DA COORDENAÇÃO
Por José Fatuch Jr.

                   “O TEMPO VOA”
   Já estamos na terceira edição do nosso informativo e logo pretendemos realizar a quarta reunião do PAPE_JSD. Parece que foi ontem que começamos, mas a verdade é que a nossa vida tem sido assim mesmo, corrida.

   A propósito, é disso que trataremos em um dos espaços de nosso encontro do dia 04.06, logo após a aplicação de um teste para verificação de conhecimentos do pessoal.

   Vamos discutir uma questão que tem causado muita preocupação às pessoas neste início de século, que é o uso racional do tempo, um recurso cada vez mais escasso, ao menos aparentemente.

   Mas, para falar em administração do tempo é necessário falar, também, sobre planejamento e organização, itens que, bem trabalhados, podem proporcionar um bom aproveitamento do tempo para as pessoas. Veremos isso e muito mais em nossos próximos encontros..

   Para encerrar queremos destacar um fato que nos deixou muito animados e que começou com uma contribuição do nosso irmão Jessé Targino. Após a divulgação da existência de vagas na Unicamp na última reunião do PAPE,   dois dos participantes tiveram seus currículos selecionados e, após serem  entrevistados, estão aguardando vaga.
    Até a próxima, se DEUS quiser.

AGENDA DO PAPE:
ANIVERSARIANTES DE JUNHO:
06 – Simone
07 – Rodrigo
PRÓXIMAS REUNIÕES:
— 04/06 (domingo) às 14h.
— 18/06 (domingo) às 9h.
Obs.: neste dia pretendemos realizar o primeiro grupo de estudos do PAPE.
 
“O bem da sociedade e da igreja está na boa educação da juventude.”
Dom Bosco

ESPAÇO EDUCAÇÃO
Por José Carlos Edwiges
Numa terra em guerra, havia um rei que causava espanto. Cada vez que fazia prisioneiros, não os matava, levava-os a uma sala, onde tinha um grupo de arqueiros em um canto e uma imensa porta de ferro do outro, na qual havia figuras de caveiras.
Nesta sala ele os fazia ficar em círculo e então dizia:

- Vocês podem escolher: morrer flechados por meus arqueiros ou passarem por aquela porta e por mim, lá serem trancados.
Todos os que por ali passaram, escolhiam serem mortos pelos arqueiros. Ao término da guerra, um soldado que por muito tempo servira o rei disse-lhe:

- Senhor, posso lhe fazer uma pergunta?
- Diga soldado.
- O que havia por de trás de tão assustadora porta?
- Vá e veja.

O soldado então a abre vagarosamente e percebe que à medida que o faz, raios de sol vão adentrando e clareando o ambiente, até que totalmente aberta, nota que a porta levava a um caminho que sairia rumo à liberdade.
O soldado, admirado, apenas olha o rei, que diz:

- Eu dava a eles a escolha, mas preferiam morrer a arriscar abrir esta porta.
E nós, quantas portas deixamos de abrir pelo medo de arriscar? Quantas vezes perdemos a liberdade e morremos por dentro, apenas por sentirmos medo de abrir a porta de nossos sonhos?
E você o que faz?

ESPAÇO PROFISSÃO
Por Sidney Mendes da Silva

No último jornal, falei sobre as escolhas.  Agora, gostaria de falar um pouco sobre decisão.     

Quando escolhemos uma coisa, estamos na verdade tomando uma decisão. E para muitas pessoas a tomada de decisões é uma das coisas mais difíceis de se fazer. O problema é que cada vez que resolvemos caminhar em direção a alguma coisa, estamos simultaneamente afastando de outra coisa qualquer. Infelizmente, muitas pessoas ficam paralisadas no tempo porque não conseguem conviver com a idéia de tomar uma decisão referente a alguma coisa e, deixar de lado uma outra opção qualquer.
    
Ser uma  pessoa  decidida,  é algo essencial para se alcançar o sucesso pessoal e profissional.  E  a escolha é a primeira etapa da decisão. No entanto, lembre-se que escolher é diferente de desejar.  Por exemplo, para algo que vc deseja, diga para si mesmo : “ Eu quero”. Agora para essa mesma coisa diga “Eu prefiro”.   Percebeu a diferença?  “Eu quero” é passivo.  “Eu prefiro” é pró-ativo.
     
Na maioria das vezes nossos desejos são reflexos de algo que nos dá prazer, porém, esse mesmo prazer pode ser bastante nocivo em nossas vidas. Por isso, ao fazer suas escolhas, leve sempre em consideração o seguinte: O que é que eu prefiro para a minha vida? É comum, por exemplo,  querermos ficar em uma mesa de bar, ou deitado em uma rede o dia inteiro, mas é isso que você prefere para a sua vida?
    
Para finalizar, lembrem-se sempre de uma coisa: “A verdadeira e duradoura felicidade não está nos prazeres, e sim nas conquistas”
 
ENTREVISTA DO MÊS REALIZADA POR THIAGO MARQUES COM DAYANE FERNANDES –

Participantes do PAPE

THIAGO: Dayane, na ultima reunião do PAPE sua mãe foi para te representar e para saber o que é o PAPE e o que ele faz para ajudar os jovens integrantes. O que foi que a sua mãe falou pra você? E quero saber também o que você achou da segunda reunião e que sua mãe disse a você.
DAYANE: Na ultima reunião não pude estar presente, porém minha mãe me representou e passou uma idéia muito interessante do PAPE, o incentivo aos adolescentes nos estudos e ao mercado de trabalho, que é muito competitivo principalmente para nós que somos da verdadeira família de Deus. 

THIAGO: Dayane, eu soube que você terminou o ensino médio e agora esta fazendo um cursinho pré-vestibular. Você pretende cursar uma faculdade? Se sim, qual curso você pretende fazer e por quê?
DAYANE: No momento estou fazendo cursinho pré-vestibular. Como pretendo prestar vestibular em faculdades publicas, que são as mais concorridas, acho que o cursinho entra na minha vida como um auxilio no preparo das provas, aumentando também meu conhecimento. 

THIAGO: Você pretende prestar o ENEM? Queria saber se você acha que o ENEM é uma idéia legal, até por que ele pode ajudar e muito jovens de baixa renda a entrarem em faculdades particulares...
DAYANE: Este ano vou sim prestar o enem, acho uma forma muito valida para quem deseja ingressar em uma faculdade e incentivo á todos que se inscrevam.

THIAGO: Dayane, recentemente, por intermédio do irmão Fatuch, você e outros integrantes do PAPE mandaram um currículo para fazer um tipo de estagio na UNICAMP e você foi selecionada. O que você achou dessa oportunidade? Será que vai ser uma oportunidade boa para o seu futuro profissional se você conseguir mesmo esta vaga ?
DAYANE: Para mim, em especial, foi uma ótima oportunidade quando surgiu esta vaga, pois fazer parte de um estágio na UNICAMP só tende a aumentar minha experiência profissional e diferenciar meu currículo em relação a muitos outros na atual competição do mercado de trabalho.
 
Atualizado em ( 23-Oct-2008 )