Foto da noticia

Uma Conversa com Jessé de Almeida

18 de Julho de 2016



Uma Conversa com Jessé de Almeida

Escrito por Bruna Gabriela   
12-Jan-2012
sadoutrina.org - Biblioteca Digital - Entrevistas
 - jesse.almeida@hotmail.com
Nosso convidado de hoje é o irmão Jessé de Almeida, presidente da Coproen - Comissão Organizadora do XII Encontro Nacional. Casado com Maely Carvalho de Almeida e pai de Nícolas Carvalho de Almeida e Ebraim Carvalho de Almeida, ele reside em Suzano, na Grande São Paulo.

Há quanto tempo pertence à Sã Doutrina? 

Nasci na Sã Doutrina, portanto há 41 anos.
Como a conheceu ? 

Minha mãe (Maria da Conceição Geraldino de Almeida) batizou-se na doutrina ainda criança recém-nascida e meu pai (José de Almeida) batizou-se ainda jovem  e ambas as famílias tiveram seu ingresso na Doutrina em virtude de curativos familiares ocorridos na época.
Como é liderar a organização de um evento de porte e importância tão grandes como o Encontro Nacional? 
Quais as maiores dificuldades encontradas na organização de um evento como esse?  

Gosto de organizar eventos, e por isso a minha participação é espontânea, faço isso com prazer e por entender que este trabalho é uma maneira que encontro de retribuir um pouco  daquilo que Deus tem concedido a mim e a minha família. Deus me deu, por exemplo, a oportunidade de participar dos 11 encontros nacionais já ocorridos na Sã Doutrina até hoje, sendo que, quando não estive envolvido diretamente na sua organização, eu estava envolvido indiretamente, isto é, na organização do grupo de São Paulo.
As maiores dificuldades na organização de um evento do porte do encontro nacional é motivar o grupo organizador e convencê-los da importância de se promover eventos em prol da doutrina, além de elaborar projetos que visam minimizar os custos do participante, pois ao longo dos anos tenho percebido que raramente algum irmão ou irmã não deseja participar do evento por questões ideológicas e sim por questões financeiras, e portanto temos que encontrar formas de promover um evento com qualidade mínima necessária e por um custo mínimo possivel. Este é, a meu ver, o maior desafio de uma cidade que quer sediar um encontro nacional, materialmente falando, é claro!!
Para você, qual(ais) o(s) principal(ais) objetivo(s) do Encontro Nacional de Jovens da Sã Doutrina? 

Exaltar o nome de Deus, promover a integração da irmandade, avivar a fé espiritual, incentivar o temor em Deus e a guarda dos mandamentos, debater problemas contemporâneos, além de atuar como instrumento de auxílio aos apascentadores e ministrantes.
Quais são, por hora, as expectativas da irmandade de São Paulo em relação ao XII Encontro Nacional?  

Nossa expectativa é muito grande! Estamos preparando o evento dando o máximo de cada um de nós e esperamos contar com a presença de todos. Hoje, faltando mais de um ano para a data do evento já fornecemos todas as informações que as cidades precisam para inscreverem seus grupos, por isso nossa projeção aponta para um número de no mínimo 1200 pessoas, se Deus quiser!!
 
As festas de arrecadação para o XII Encontro Nacional, realizadas na grande São Paulo, estão recebendo muitos irmãos de outras cidades?
Não. Estes eventos foram criados  num formato regional, cujos locais não suportam grandes números, mas alguns irmãos de outras regiões sempre tem nos honrados com a sua presença.
 
Qual a mensagem que você tem a passar aos irmãos?
 
Gostaríamos de convocar os líderes: pregadores, apascentadores, presidentes de reuniões, ministrantes a motivar seus grupos e planejar a participação neste evento que, acreditamos, será um grande ajuntamento do nosso povo, num momento em que a Sã Doutrina Espiritual do Sétimo dia “contemporânea” aproxima-se do seu centenário.
Se faz necessário um momento de grande avivamento da fé espiritual, tendo em vista as grandes investidas do inimigo que não tem prazer de nos ver envolvidos com esta obra; é tempo de unir nossas forças em prol deste mapa e desta mina que é a Sã Doutrina e a nossa salvação, respectivamente.
 
Reflitam sobre o nosso tema, que visa avivar a nossa fé: “Sã Doutrina, eis o mapa da mina”
 
Agradeço, em nome da Coproen – comissão pró-encontro nacional sp/2013, pela oportunidade de falar sobre o XII Encontro Nacional da Sã Doutrina Espiritual do Sétimo Dia, e esperamos todos vocês em nossa cidade!!
Será uma honra tê-los conosco!! Fiquem na paz de Deus!

Atualizado em ( 13-Jan-2012 )