Foto da noticia

O Homem que Aconselhou Deus

18 de Julho de 2016


Escrito por Valdenir Alves Ferreira - vferreiracps@gmail.com 
10-Feb-2016
sadoutrina.org - Biblioteca Digital - Crônicas

Objetivos da crônica:
1-Mostrar que Deus não é inflexível
2-Que Ele atende aqueles que lhe são fiéis e sinceros
Entre os capítulos 32 e 34 do livro de Êxodo existe um fato extraordinário quase que sem paralelo ao longo da história bíblica.
Diante da decisão de Deus de destruir todo o povo de Israel, um homem prudente se dirige a Ele com palavras sábias e O aconselha a ponto de fazê-lo mudar de ideia.

Quem é este homem sábio?
 
É Moisés, o Profeta.
Moisés havia subido ao Monte Sinai para receber a Lei dos Dez Mandamentos e, como demorou, o povo fez o bezerro de ouro para adorar, esquecendo-se da grande libertação ocorrida na saída do Egito.
Deus, conversando com Moisés sentenciou todo o povo a morte, propondo que faria a partir de Moisés um novo povo, semelhantemente Ele havia feito com Noé em Genesis 9.
Então Moisés intercedeu dizendo:

Senhor, as nações estrangeiras falarão mal de Ti.
Dirão que o Senhor é um Deus mal.
Tirou o povo do Egito para o matar no deserto.
Disse Moisés ainda mais: Senhor, lembra-Te do Patriarcas Abraão, Isaque e Israel (Jacó) a quem o Senhor prometeu que faria com que a sua descendência seria inumerável como as estrelas do céu?

Então Deus voltou atrás da sentença que havia proferido, por considerar que as palavras do Profetas Moisés eram cheias de sabedoria. Êxodo 32:14.
A sabedoria do Profeta Moisés excedeu a dos homens comuns. Precisamos nos revestir de humildade, sinceridade e mansidão como era Moisés. Para que Deus ouça e atenda nossas petições.

Idealizado em 01/02/2016
Redigido e publicado em 10/02/2016

Atualizado em ( 11-Jul-2016 )