Foto da noticia

Ditinho - Um Recorde Absoluto

18 de Julho de 2016


Escrito por Valdenir Alves Ferreira - vferreiracps@gmail.com
15-May-2011
sadoutrina.org - Biblioteca Digital - As Colunas do Senhor
 
Hoje, domingo 15/05/2011, as 16:23h, o memorável irmão Ditinho foi recolhido a presença de  NossoSenhor e Salvador Jesus Cristo. Nossa irmã Palmira ficou viuva após 75 anos de casamento (Bodas de Diamante).

Em 1921, à 90 anos atrás, ele foi batizado na Sã Doutrina Espiritual do Sétimo Dia, que naquela época era uma igreja sem nome definido. Crentes Espirituais, Israelitas da Paz e outras nomenclaturas eram usadas para definir a nossa Sã Doutrina.

No mesmo ano de 1921, à 90 anos atrás, Ditinho já começou a receber os hinos espirituais no formato como conhecemos hoje. Não temos uma comprovação definitiva , mas existem grandes possibilidades de ele ter sido o primeiro recebedor de hinos na Sã Doutrina através do dom do Espírito Santo.

Ditinho é até o dia de hoje o crente mais velho de toda a história da Sã Doutrina, afinal quem dentre nós tem ao mesmo tempo 90 anos de batismo e de atividades ? Aos 97 anos e meio de idade ele é detentor deste recorde absoluto de permanencia na Sã Doutrina.
Se um outro irmão, nascido na doutrina, batizado ao nascer vier a completar 90 anos de idade, mesmo assim o recorde do irmão Ditinho permanece, pois somente a partir de uns 8 anos de idade é que uma pessoa se torna ativa e neste caso este outro irmão longevo terá apenas 82 anos de atividades.

Ditinho foi contemporaneo dos mais ilustres e antigos irmãos, inclusive com aqueles denominados deJOÃOJoão Galvão, João Pozza, João Barretos, João Batista (Paulista), João Batista (Baiano), João Paz, João Adamucho, João Flauzino dos Santos, João Penedo, João Pereira, João Ferreira, João Mena, João Izidoro.

Conviveu ainda com José Paz, Hélio Tolardo, Miguel de Miguel Valério, Gastão Correia, Luiz Gállio, Palmira Gállio, Lazinho Ferreira, Manoel Ferreira (Paulista), Manoel Ferreira de Souza, Hermilina Maria das Neves,  José Martins de Lima. Estes irmãos citados são de um passado remoto: suas conversões ocorreram todas antes do ano de 1950.

Todos eles se foram. Suas missões aqui no mundo material venceram e foram chamados por Cristo, mas o velho e resistente Ditinho permaneceu firme, inabalável e curiosamente sem doenças. Ele nos relatou  não saber o que é pressão alta, colesterol, diabetes nem triglicérides. Muitas de nós, antes mesmo dos 50 anos já sabemos o que é ter estas deficiencias, mas ele nunca soube.

Para nós aqui de Campinas, o irmão Ditinho tem um significado muito especial: ele mudou-se para cá em 1960, à 51 anos e foi o primeiro crente a morar nesta cidade. Todos nós viemos atrás dele e hojeCampinas é a cidade que tem o maior numero de crentes em todo o Brasil. No último levantamento realizado em pelo Lar Beneficente - Campinas no ano de 2.000, concluiu-se haver aqui em torno de 1.500 irmãos.

Aqui em Campinas ele conviveu com muitos irmãos saudosos, antigos e importantes sendo que a maioria destes irmãos eram mais novos em idade do que Ditinho.

Hermes Macedo, Clara Maria Macedo, Antonio Menas Filho, José Menas, Joaquim Néris Pereira, Antonio Rodrigues Silveira, Maria Silveira, Alexandre Inácio da Costa, Eduardinho, Benedito Cardoso, Aparecido Padovan, Maria Nogueira Padovan, Aurora Penedo e outros.

Todos já morreram materialmente embora vivem hoje espiritualmente, mas Ditinho permaneceu seguro pelos braços de Deus.

Em 1994, fizemos um trabalho histórico denominado: A Sã Doutrina - Do Princípio aos Dias de Hoje. Para realizarmos esta pesquisa, fomos até a casa do irmão Ditinho ouvir suas palavras. Fomos também até a casa da irmã Ana Bispo aqui em Campinas e auxiliados pelo irmão João Carlos da Silva, fomos até a casa da irmã Otília de Almeida Barbosa em Rio Claro. A partir do testemunho deles, pudemos concluir nosso trabalho e divulgar aos irmãos. As irmãs Ana Bispo e Otília já faleceram a algum tempo, mas Ditinho resistiu  bravamente.

Salvo raríssima excessão, o irmão Ditinho é mais velho em tempo de conversão do que todos os irmãos antigos citados neste artigo. 

Desde então, passei a visitá-lo, pois sou aficcionado na história da Sã Doutrina. Meu desejo era ouví-lo sempre e anotar suas palavras. A última vez que estive lá, foi em setembro de 2010. A memória do irmão Ditinho já estava muito fraca não sendo possível extrair dele os fatos históricos tão importantes sobre nossa doutrina. Mas uma coisa ele sempre me repetiu:

Eu ainda estou aqui, mas os crentes da minha época já morreram todos.

Mudávamos de assunto e dali a pouco ele repetia esta frase como se fosse um bordão.

Eu ainda estou aqui, mas os crentes da minha época já morreram todos

O que mais eu poderia escrever ? 

Sobre sua família
Sobre os hinos que ele recebeu 
Sobre o pequeno tempo em que ele teve orações em sua residencia em Dracena e batizou algumas ovelhas...

Como eu poderia classificá-lo ?

Um recorde absoluto
O mais antigo soldado 
Ícone da longevidade
O crente mais antigo da Sã Doutrina
O mais antigo recebedor de hinos
O único irmão batizado no anos 20  e vivo até hoje

Agora são 19:30 minutos e eu estou acabando de escrever esta homenagem ao mais antigo de todos os valorosos soldados da Sã Doutrina.

O velório será a partir das 23:00h de hoje. O sepultamento será as 15:00h de amanhã, segunda feira, 16/05/2011 no Cemitério Parque das Flores.

Mas uma coisa é certa, vamos procurar seguir o seu exemplo de permanencia na Sã Doutrina, pois nesse quesito ele foi imbatível.
Parabéns irmão Ditinho por sua brilhante vitória.

Atualizado em ( 10-Dec-2011 )
Imagem Abertura