Foto da noticia

Cornélio Palomares e a Sã Doutrina

04 de Agosto de 2010

Cornélio Palomares Mendonça


sadoutrina.org - Biblioteca Digital - As Colunas do Senhor
 
Irmãos da Sã Doutrina, eu sou Cornélio Palomares. É um imenso prazer em poder usar este espaço. É um canal de comunicação importante, onde podemos transmitir  coisas boas aos demais. 

Eu gostaria de poder deixar minha participação, enviando a todos uma mensagem de apoio defesa e encorajamento, em favor desta Sã Doutrina, tendo a convicção que estamos fazendo a vontade do Senhor Deus.  

Vou contar aos irmãos um pouco de minha história, a minha caminhada na Sã Doutrina. Nasci em Marília em 1937, e desde criança estou neste Ministério. No ano de 1945 eu era ainda criança, meus pais se mudaram pra São Paulo, capital. 

Tive a sorte na minha mocidade de casar com Raquel, uma moça da Sã Doutrina, em 13/05/1960; tivemos 7 filhos, dos quais apenas 1 filha permacece na Sã Doutrina (minha filha Sara, com seu esposoJosé de Mello, um valoroso servo de Deus, com seus filhos Lucas e Grabriela). Minha esposa Raquel Ferreira é uma guerreira e defensora da Sã Doutrina; graças a Deus, temos obtido forças para atravessar os dias difíceis

Quando houve a chegada do irmão Miguel Spadari mais ou menos em 1957, tivemos um fortalecimento espiritual em nossa região e logo em seguida começaram a chegar mais alguns, como Gastão Correia, João da Silva, Luiz Cesarine, entre outros. 

E assim seguia nossa vida aqui nesta cidade com poucos membros, mais com bastante ânimo e entusiasmo, sempre tendo o auxílio do irmão João da Silva, em todos serviços da doutrina quando realizados, ora casamento, batizado, velório, entre outros serviços prestados á irmandade. 

Nessa época consegui cultivar na memória a média de 380 hinos; em seguida comecei com o compromisso de tomar conta dos cultos de orações, mesmo sendo em minha residência, isso em 1962 no Jardim 9 de julho.  
 
No final dos anos 70 estavamos próximo de conquistar uma pequena congregação. Como foi da vontade de Deus, no dia 31/12/1977 inaugurávamos a igreja do jd Vera Cruz, num dia de Sábado e ao culto da noite numa vigília recebi o primeiro cântico de hino.

Como eu  já tinha o compromisso de apascentador, dirigi esta congregação por vários anos, e algum tempo depois surgiu a congregação de Jardim Sapopemba, onde também colaborei como apascentador. Residi ainda na cidade de Louveira e lá também exerci este cargo. 

Amados irmãos e irmãs da Sã Doutrina ao longo dessa caminhada toda, vi muitas maravilhas, curas, revelações, livramentos e gostaria de contar um fato que aconteceu em minha congregação, pois jugo que esse foi um grande acontecimento de libertação. 
Certa vez chegou em minha congregação um homem endemoniado, conduzido por seus familiares, que se apresentaram como membros de uma outra Igreja Evangélica, e eles nos disseram que já haviam feito de tudo por ele lá na Igreja deles, mais que não foi possível a solução do problema.

Para se ter uma idéia eles contaram que este homem tinha ficado 5 dias sobre uma cama fazendo discursos dia e noite sem parar, e então eles tomando conhecimento que ali se reunia um povo evangélico, denominados crentes espirituais, nos pediram ajuda.  

Foram prontamente atendidos por mim e os demais irmãos da congregação. Na hora do culto sábado ao meio dia, trouxeram então este homem e eu pedi que o colocassem sentado no banco, para eu dirigir a oração com a imposição das mãos. Todos eles ficaram temerosos, porque este homem ficava muito agitado quando dirigia orações sobre ele, e precisava ser segurado, mas eu pedi que o deixassem livre. 

E no momento que impus minhas mãos sobre ele, o mesmo deu um bramido muito forte, mas unicamente isto. No culto da noite ele voltou caminhando por si só, e já conversando com as pessoas. Congregamos e oramos a benefício dele, e digo aos irmãos que com duas orações somente, ele foi liberto para glória de Deus. 

Estas pessoas saíram maravilhadas e passaram o observar a Sã Doutrina. Pouco tempo depois estavam de mudança pra Rondonópolis e disseram que iriam procurar a Sã Doutrina por lá. (isto foi ocorrido no começo dos anos 80 e foi o fato que mais me maravilhei na Sã Doutrina

Por  isso irmãos e por outras grandes coisas que tem acontecido no nosso meio, temos a certeza, que estamos no caminho que conduz a salvação do povo de Deus. Não desanimemos irmãos, pois bem sabemos que algum caminho bonito, largo e maravilhoso materialmente, como querem alguns de fora não é o caminho da Salvação, pois bem temos conhecimento que o Senhor Jesus manifestou: 

Apertado e estreito é o caminho da salvação.
 
E  assim meus irmãos não tenho dúvida quanto a  nossa Sã Doutrina e o plano de Deus, para com o homem, pois Ele mesmo disse: O dever de todos os homens é temer a Deus e guardar seus mandamentos , e é justamente o que nós temos feito diante do Senhor. 

Amados irmãos, se alguém estiver passando por alguma dificuldade espiritual, ore ao Deus Todo Poderoso, Ele não irá te deixar órfão, peça ajuda aos irmãos, pois a Sã Doutrina tem membros valorosos, que são uma verdadeira família.
  
As vezes nos sentimos mais próximos dos irmãos da Fé, do que muitas vezes dos próprios familiares e vocês sabem muito bem o que quero dizer. 

Podemos sentir essa proximidade com os irmãos quando no curso de nossa vida estivermos em obediência e comunhão com Deus. Ao encontrar nossos irmãos da Fé, e recebermos a saudação da Sã Doutrina, sentimos que esta saudação nos traz paz e vai no íntimo de nossa alma...

Isso é maravilhoso demais. 

Por isso irmãos não tenham dúvidas, tenham somente certeza da Sã Doutrina; o Senhor é poderoso para lhe confirmar e responder isto.

A Paz de Deus e um grande abraço a todos.                                                       
Cornélio Palomares Mendonça.