Foto da noticia

José do Egito

13 de Fevereiro de 2010
silvanocodogno@gmail.com
Escrito por Silvano Codogno


www.sadoutrina.org - Espaço Criança 

Paz de Deus a vocês crianças! 

Esta é a história de José do Egito, que está na Bíblia Sagrada lá no livro de Gênesis, uma história em que aprendemos que nunca estamos sozinhos e que Deus sempre está conosco!! 
Boa Leitura e fiquem com Deus e até a próxima...... 

José era um dos filhos de Jacó e o seu pai o amava. Um dia ele recebeu de seu pai uma linda túnica e isso causou muito ciúme nos outros irmãos de José e que passaram a não gostar de José. E os sonhos que José tinha causavam ainda mais furor entre seus irmãos. Um dia José lhes contou um deles: “Estávamos todos no campo amarrando os feixes de trigo e de repente os vossos feixes se inclinaram perante o meu”.
 
Seus irmãos ficaram indignados e disseram para José se ele achava que ia reinar sobre eles.  José contou mais um sonho: “Sonhei que o sol a lua e as estrelas se inclinavam diante de mim”. Num certo dia Jacó enviou José até onde seus irmãos estavam para saber notícias deles. Quando ele chegou, seus irmãos decidiram livrar-se dele e assim decidiram jogá-lo dentro de um poço. Depois passou par lá uma caravana de mercadores, homens negociantes e seus irmãos o venderam para eles. Em seguida, mataram um cabrito e tingiram a túnica de José no sangue do animal. Depois levaram a túnica para seu pai Jacó. Quando Jacó viu a túnica pensou que um animal selvagem havia devorado José. Jacó chorou muito a perca de seu filho.

No Egito para onde José foi levado, ele foi revendido para Potifar, um oficial de Faraó. Como Deus fazia tudo prosperar na mão de José, este se tornou um homem de confiança de Potifar. A mulher de Potifar inventou uma mentira contra José e este foi parar na prisão. Na prisão José interpretou sabiamente os sonhos do padeiro e do copeiro-mor e isso foi feito com muita precisão, pois assim como José disse assim aconteceu. E isso chegou aos ouvidos de Faraó. Pois ele havia sonhado que subiam do rio sete vacas gordas e sete vacas magras e as magras devoravam as gordas. Também sonhou com sete espigas mirradas que devoravam sete espigas boas.

Deus revelou a José os significados dos sonhos: As sete vacas gordas e as sete espigas boas eram sete anos de fartura que viriam sobre a terra e as sete vacas magras e as sete espigas mirradas eram sete anos de fome que também viriam sobre a terra. Assim Faraó constituiu José como segundo governador de toda a terra do Egito, durante os sete anos de fartura José construiu celeiros e armazenou muita quantidade de alimentos. Nos anos da seca, José abriu os celeiros e alimentou o povo. E em Israel, onde morava sua família a fome também chegou.

Os irmãos de José foram até o Egito para comprarem alimentos e não reconheceram José, mas José os reconheceu. Em outra viagem que os irmãos de José fizeram ao Egito, José se deu a conhecer, e todos ficaram comovidos. E trouxeram seu pai Jacó para ver seu filho que ele julgava estar morto. Jacó alegrou-se muito ao encontrar José. O Senhor sempre esteve junto com José.

Imagem